Equipe de Rio das Ostras resgata 152 pessoas isoladas pelas chuvas na Serra

Defesa Civil e Guarda Municipal foram os primeiros a chegar à localidade Fazenda Bahia, em Trajano de Moraes

O apoio da Prefeitura de Rio das Ostras aos atingidos pelas chuvas na região serrana do Estado vai além do recolhimento e envio de donativos. A pedido da Defesa Civil de Trajano de Moraes, uma equipe de 20 homens da Guarda Municipal e Defesa Civil de Rio das Ostras esteve no último final de semana naquele município, onde resgatou 152 pessoas.

O grupo, ligado à Secretaria Municipal de Ordem Pública e Controle Urbano de Rio das Ostras, foi o primeiro socorro a chegar à população da localidade de Fazenda Bahia, onde os estragos das chuvas deixaram os moradores isolados, sem comunicação, alimentos, água ou remédios. O local foi arrasado pelas enchentes e as pontes que ligavam Fazenda Bahia à outra margem do rio Grande foram destruídas pela correnteza.

RESGATES – A equipe de Rio das Ostras contou com apoio da prefeitura local e dos moradores. O grupo conseguiu um barco, que foi amarrado a uma corda para transportar as vítimas até a outra margem do rio, onde receberam alimentos, água e atendimento de saúde. Os profissionais também conseguiram um trator para chegar a pontos mais distantes, onde ainda havia moradores aguardando por socorro. Ainda assim, foi necessário resgatar algumas pessoas nos braços, percorrendo mais de 15 quilômetros a pé até o barco. Cada resgate levou cerca de 3 horas e meia.

AGRADECIMENTO – O prefeito Carlos Augusto fez um agradecimento especial ao grupo, que, segundo ele, retrata a solidariedade de todos os moradores de Rio das Ostras àqueles que sofrem com as chuvas. “A coragem e empenho da nossa equipe estão sendo recompensados com as vidas que foram salvas. Agradeço aos nossos servidores e aos moradores, que estão recolhendo donativos e doando seu tempo e esforços para ajudar a quem necessita”, disse o prefeito.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.