Festival Nacional de Teatro faz entrega de prêmios e troféus

Peça e ator da cidade venceram na categoria espetáculo adulto

Foram 57 espetáculos apresentados ao longo de dois meses para escolher os melhores, em quatro categorias, do II Festival Nacional de Teatro de Rio das Ostras. 

Na disputa, grupos de Ouro Preto (MG), de três cidades paulistas e de todo o Estado do Rio de Janeiro. O município sede do festival conquistou cinco prêmios, entre esses o de melhor espetáculo com O Buraco, encenado pela Cia.Teatral da Capital Federal, e o de melhor ator, para Ritchelli Santana. A Flor do Cerrado, com o Grupo Creche na Coxia (Cabo Frio – RJ), ganhou na categoria espetáculo infantil. Na categoria esquete não-estudantil, o vencedor foi A Cidade das Donzelas, com Cia. Teatral Pas D’Argent (Rio de Janeiro – RJ).

A entrega do prêmio realizada no domingo, dia 29 de outubro, no Teatro Popular de Rio das Ostras, contou com a presença do prefeito Carlos Augusto e foi marcada por muita emoção. A idéia do ator Glauco Oliveira de instituir o Troféu Mario de Oliveira, diretor e professor que muito tem incentivado o teatro em Rio das Ostras, foi muito aplaudida pela platéia e imediatamente aceita pelo prefeito. Outro momento marcante foi quando o ator-mirim Iuri Rodrigues, protagonista da esquete Casamento na Roça, recebeu menção honrosa, conquistando o Prêmio Revelação. .

Encenada pelo Grupo Curumin, da Secretaria de Bem-Estar Social (Sembes) de Rio das Ostras, Casamento na Roça conquistou o primeiro lugar na categoria esquete estudantil. O grupo do CIC Neli Tâmara, também da Sembes, ficou em segundo lugar. Todas as crianças que participaram das duas peças receberam bolsas de estudo do Centro de Formação Artística de Música, Dança e Teatro.

– O festival vem comprovar o nosso compromisso de investir na cultura. Estamos formando valores e incentivando novos talentos. É um orgulho para Rio das Ostras ser conhecida por importantes manifestações culturais como o Festival de Jazz, o Festival de Dança e agora, também, o Festival de Teatro – afirmou Carlos Augusto.

Os prêmios para talentos locais – além de melhor esquete estudantil, espetáculo e ator adulto, Rio das Ostras ficou com o melhor texto inédito adulto (Reynaldo Barreto Lisboa, autor de O Buraco) e melhor cenário esquete (Marcela Jorge) – não surpreenderam quem acompanha a trajetória teatral da cidade. “No Centro de Formação Artística já surgiram artistas de grande valor e desde a inauguração do teatro, em 2003, estamos formando platéia”, disse a presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura, Mara Fróes.

Uma realização da Prefeitura de Rio das Ostras, através da Fundação Rio das Ostras de Cultura, o festival distribuiu prêmios e troféus para melhor direção, melhor ator, melhor atriz, melhor cenário, melhor figurino, melhor sonoplastia, melhor sonoplastia e melhor texto inédito nas categorias espetáculo adulto, espetáculo infantil e esquete não-estudantil. Todos os troféus foram exclusivos, confeccionados pelos artesãos da Fundição Escola de Artes e Ofícios.

 

Conheça todos os premiados

Espetáculo Adulto

Melhor Espetáculo

1º lugar: “O Buraco” – Cia. Teatral da Capital Federal – Rio das Ostras (RJ)

2º lugar: “Era Uma Vez?” – Terraço Teatro – Campinas (SP)

Melhor Direção

Alexandre Caetano – “Era Uma Vez?” – Terraço Teatro – Campinas (SP)

Melhor Ator

Ritchelli Santana pelas atuações nas Peças “Triângulo” (Oficina 1 – Rio das Ostras) e “O Buraco” (Cia. Teatral da Capital Federal – Rio das Ostras)

Melhor Atriz

Andréia Nhur – “Aves, Ovos e Parafusos” – Grupo Katharsis – Sorocaba (SP)

Melhor Cenário

Grupo Terraço Teatro – “Era Uma Vez?” – Campinas (SP)

Melhor Figurino

Karina Almeida, Paula Andrade e Paula Dalga – “Era Uma Vez?” – Terraço Teatro – Campinas (SP)

Melhor Sonoplastia

Alexandre Caetano – “Era Uma Vez?” – Grupo Terraço Teatro – Campinas (SP)

Melhor Iluminação

Mauro Carvalho – “Almas Amargas” – Ciclomáticos – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Texto

Reynaldo Barreto Lisboa – “O Buraco” – Cia. Teatral da Capital Federal – Rio das Ostras (RJ)

 

Espetáculo Infantil

Melhor Espetáculo

1º lugar: “A Flor do Cerrado” – Creche na Coxia – Cabo Frio (RJ)

2º lugar: “O Mistério da Rua das Andorinhas” – Cia. do Risco – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Direção

Silvana Lima – “A Flor do Cerrado” – Creche na Coxia – Cabo Frio (RJ)

Melhor Ator

Cristiano Queiroz – “Os Dois Cavalheiros de Verona” – Cia. Teatral Trivial em Cena – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Atriz

Simone Gonçalves – “Ponto de Tecer Poesia” – Cia. Livro Aberto – Petrópolis (RJ)

Melhor Cenário

José Facury – “A Flor do Cerrado” – Creche na Coxia – Cabo Frio (RJ)

Melhor Figurino

Marco Antônio – “Pelega e Porca Prenha” – Cia. dos Zoneiros – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Sonoplastia

Kátia Jorgensen – “Os Dois Cavalheiros de Verona” – Cia. Teatral Trivial em Cena – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Iluminação

Rodrigo Oliveira – “O Mistério da Rua das Andorinhas” – Cia. do Risco – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Texto

Deborah Esteves – “O Mistério da Rua das Andorinhas” – Cia. do Risco – Rio de Janeiro (RJ)

Esquete Não-Estudantil

Melhor Esquete Não-Estudantil

1º lugar: “A Cidade das Donzelas” – Cia. Teatral Pas D’Argent – Rio de Janeiro (RJ)

2º lugar: “Depoimento Nº 1” – Cia. Mona Magalhães – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Direção

Marcela Rodrigues – “A Cidade das Donzelas” – Cia. Teatral Pas D’Argent – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Ator

Robson Sanchez – “Trágico à Força” – Grupo Farsacena – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Atriz

Ana Lúcia Sobral – “Depoimento Nº1” – Cia. Mona Magalhães – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Cenário

Marcela Jorge – “Só Eles o Sabem” – Grupo Nós em Meio ao Caos – Rio das Ostras (RJ)

Melhor Figurino

Orlando Caldeira e Lílian Meirelles – “A Cidade das Donzelas” – Cia. Teatral Pas D’Argent – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Sonoplastia

Cia. Mona Magalhães – “Depoimento Nº1” – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Iluminação

Alexandre Rudáh – “O Aquário” – Grupo Eólica Arte Contemporânea – Rio de Janeiro (RJ)

Melhor Texto

Marcela Rodrigues – “A Cidade das Donzelas” – Cia. Teatral Pas D’Argent – Rio de Janeiro (RJ)

Esquete Estudantil

1º lugar: “Casamento na Roça” – Grupo Curumim – Rio das Ostras (RJ)

2º lugar: “As Dez Mais do Córtex Cerebral” – CIC Neli Tâmara – Rio das Ostras (RJ)

Menção Honrosa (Prêmio Revelação)

Iuri Rodrigues – “Casamento na Roça” – Grupo Curumim – Rio das Ostras (RJ)

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.