Festival de Dança

Bailarinos consagrados da Alemanha voltam ao Brasil para dançar em Rio das Ostras

Festival de Dança da cidade é considerado o terceiro maior do país

    Rio das Ostras se transforma mais uma vez, a partir da próxima terça-feira,
18, em palco para inesquecíveis coreografias e performances artísticas. A
atração internacional do Festival de Dança é o casal de primeiros bailarinos
do Staatsballet Berlin, Wieslaw Dudek e Viara Natcheva, que fez sua estréia no
Brasil durante a edição do evento em 2006. Durante seis dias, além de
companhias consagradas, grupos amadores e profissionais dos estados de São
Paulo, Goiás, Espírito Santo, Ceará, Minas Gerais e Rio de Janeiro disputam em
Costazul a mostra competitiva do festival, considerado o terceiro maior do
país pela mídia especializada.
    O IX Festival de Dança de Rio das Ostras reúne uma grande atração a cada
noite: Companhia de Ballet da Cidade de Niterói (quarta-feira, 19, às 22h),
Staatsballet Berlin (quinta-feira, 20, às 20h e às 22h), Grupo de Dança DC
(sexta-feira, 21, às 22h), Steven Harper Cia. de Dança (sábado, 22, às 22h) e
DNA Urbano Companhia de Rua (domingo, 23, às 21h).  Uma realização da Fundação
de Cultura, com  com coordenação técnica da bailarina e coreógrafa carioca
Regina Sauer, o evento conta ainda com uma Batalha de Street Dance que
acontecerá no domingo, a partir das 12h.
    Quem comparecer ao antigo Camping Clube de Costazul, local do evento, não vai
simplesmente assistir a coreografias. Lojas com produtos de dança e praça de
alimentação também movimentam o espaço que deve receber cerca de 12 mil
visitantes ao longo de seis dias. O festival começa na terça-feira, 18, com
apresentação dos alunos do Curso de Dança Helba Nogueira, do Centro de
Formação Artística da Fundação Rio das Ostras de Cultura. Fechando a primeira
noite, a companhia municipal Baía Formosa encena o balé “Dr. Coppelius”.

    Workshops e mostra competitiva – Uma atração à parte do festival são os
workshops gratuitos ministrados por grandes nomes da dança. As inscrições são
feitas nos dias das aulas e já estão confirmadas as oficinas  de dança de
salão com Stelinha Cardoso (quarta, 19, às 16h30), balé clássico com Eleonóra
Oliosi (quinta, 20, às 10h) e Viara Natcheva e Wieslaw Dudek  (sexta, 21, às
10h),  dança contemporânea com Paula Águas (sábado, 22, às 10h), modern jazz
com Roberto Dias (sábado, 22, às 11h30) e jazz com Caio Nunes (domingo, 23, às
10h).
    Participam da mostra competitiva 367 coreografias selecionadas entre mais de
1.000 inscritas, que disputam nas modalidades clássico de repertório, clássico
livre, dança contemporânea, dança moderna, jazz, sapateado, street dance,
dança folclórica, dança de salão, estilo livre e deficientes. As categorias
são infantil (7 a 11 anos), juvenil (11 a 14 anos), adulto A (14 a 17 anos),
adulto B (18 anos em diante) e profissional em coreografias solo, duo, trio e
conjunto.  Os competidores se apresentam no festival na quarta, às 19h, na
quinta, sexta e sábado, às 18h, e no domingo, às 17h.

    Companhias convidadas – Todas as noites, depois da mostra competitiva, o
Festival de Dança de Rio das Ostras vai apresentar uma grande atração.   A
companhia municipal, Baía Formosa, encena na terça-feira, 18, às 21h, o balé
“Dr. Coppelius” relembrando Dennis Gray,  que durante 60 anos teve presença
marcante no corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O
espetáculo de dança contemporânea “Choros e Valsas –  um Tributo a
Pixinguinha” será encenado pela Companhia de Ballet da Cidade de Niterói na
quarta-feira, 19, às 22h.
    Na quinta-feira, 19, os primeiros bailarinos do Staatsballet Berlin dançam
trechos de dois balés clássicos, Raymonda, às 20h, e Gyselle, às 22h. No
espetáculo “Villa-Lobos”, atração da sexta-feira, 21, às 22h, o Grupo DC faz
uma homenagem ao consagrado músico a partir de releituras do músico feitas por
compositores contemporâneos.     
    O norte-americano Steven Harper apresenta no sábado, 22, às 22h, o espetáculo
de sapateado Combo. Atração do domingo, 23, às 21h, DNA Urbano Cia. de Dança
leva  ao palco Re-Percute, fruto  de intensa pesquisa e laboratórios baseados
no movimento das danças urbanas.

    Histórico – O festival já apresentou espetáculos inesquecíveis ao longo de
suas nove edições. Os primeiros bailarinos do Ballet Estável Teatro Colon
(Argentina), Hernan Piquin e Silvana Perillo, do Ballet da Ópera de Kiev,
Denis Matvienko e Anna Dorosch, do Balé de Leipzig, Marina Antonova e Guy
Albouy, e do Staatsballett Berlin, Viara Natcheva e Wieslaw Dudek, estiveram
entre as atrações internacionais.
    Participaram ainda do festival de Rio das Ostras o Corpo de Baile do Theatro
Municipal do Rio de Janeiro, Cia. Carlota Portella – Grupo Vacilou-Dançou,
Companhia Carlinhos de Jesus, Cia. Jovem de Ballet, De Anima Cia. de Dança,
Grupo Raça, Quasar Cia. de Dança, Focus Cia. de Dança, Dança de Rua Brasil,
Cia. Nós Da Dança, Grupo Camaleão, Cia. de Dança de Salão Jaime Arôxa, Cia.
Cisne Negro, entre outros grupos brasileiros consagrados.

    Serviço – IX Festival de Dança de Rio das Ostras. De 18 a 23 de novembro no
antigo Camping Clube de Costazul (Av. Heleno Nunes s/nº).  O funcionamento
será a partir das 18h, no dia 18, das 16h, no dia 19, e das 9h30min, entre os
dias 20 e 23. A entrada é franca.
    
FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.