Projeto Multiplicadores forma veterinários mirins

Alunos da Escola Francisco de Assis Medeiros Rangel aprendem a cuidar dos animais e da saúde da comunidade
Combinando divertimento com aprendizado, alunos da Escola Municipal Francisco
de Assis Medeiros Rangel, no Parque Zabulão, aprenderam sobre a importância
dos cuidados com os animais. Pelo projeto Multiplicadores, promovido pela
instituição de ensino, os estudantes receberam orientações dos veterinários do
Programa de Saúde e Bem-Estar Animal, da Secretaria de Meio Ambiente,
Agricultura e Pesca, e participaram de uma gincana.
Um dos objetivos da iniciativa é formar “veterinários mirins”, alunos
responsáveis por difundir as informações sobre os cuidados com animais e com a
saúde da comunidade.
Os servidores do Programa de Saúde Animal (PSA) vão programar atividades
contínuas para os alunos. Nesta terça-feira, 11, aconteceu o final da gincana,
que estimulou as crianças a recolher jornais velhos para serem utilizados no
canil da Fazenda Parque dos Animais, onde funciona o PSA. Os estudantes também
reuniram reportagens e artigos sobre maus-tratos de animais.
“As crianças têm o poder de influenciar o comportamento dos adultos. Queremos
estimular a consciência de cidadania, da responsabilidade pelo cuidado com os
animais, com a saúde dos colegas e da comunidade”, diz Cezar Parreira,
veterinário da Secretaria de Meio Ambiente. A veterinária Taty Cardoso também
participa do projeto.
Multiplicadores – O Projeto Pedagógico de Formação de Multiplicadores envolve
professores, alunos e responsáveis. Uma vez por semana, profissional de uma
secretária diferente apresenta trabalho desenvolvido no município. Educação
para trânsito, saúde e meio ambiente são alguns dos assuntos já abordados na
Escola Municipal Francisco de Assis Medeiros Rangel.

FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.