Sociedade do Livro desperta nos riostrenses amor pela leitura

Projeto da Prefeitura comemora primeiro aniversário e anuncia novidades para o próximo ano
A Sociedade do Livro comemorou seu primeiro ano de existência com festa na sede do
projeto, no Centro de Cidadania, no dia 12 de dezembro, reunindo a equipe e os
associados. O município celebra a expansão da iniciativa, que já conta com mais de 2.500
exemplares, e anuncia mais novidades para o próximo ano, como a informatização do acervo
e programação de férias para crianças e jovens.

O projeto está aberto a quem quiser se associar; basta que o interessado doe um livro
para poder utilizar o acervo. O sócio recebe uma carteirinha e usa a biblioteca de forma
regular. O objetivo é mobilizar toda a comunidade – crianças, jovens e adultos. Mesmo os
pequeninos, ainda não alfabetizados, podem participar de atividades como desenho e
recorte, que ajudam a envolvê-los no ambiente da literatura. E a Sociedade do Livro tem
recebido novos exemplares diariamente.

A pequena Vitória Henriques, do 1º ano da Escola Municipal Cimar Machado Sodré, já leu
mais de 50 livros e está só começando.

“Eu prefiro Literatura Infantil e história em quadrinhos. A minha história preferida é
Aristogatas, sobre uma gatinha com seus filhotes”, diz a aluna, indicando o livro na
estante.

Para 2009, o acervo está sendo catalogado e o sistema de empréstimo será informatizado.
Também haverá programação especial durante as férias escolares. A idéia é não deixar os
estudantes perderem o “pique” da leitura e mostrar que a literatura é uma ótima opção de
lazer.

Idéia ganhou vida – a idéia surgiu no Orçamento Participativo Jovem, em 2007, e ganhou
vida própria. Além de facilitar o acesso aos livros, revistas e gibis, o projeto
estimula a leitura a partir de iniciativas como concursos de redação, criação de
cartazes, história em quadrinhos e poesia.
A coordenadora do projeto, Anna Karabachian, explica que o sucesso da iniciativa está na
sua capacidade de se expandir. “Os sócios vão trazendo os colegas, os pais…e atraindo
mais gente. Também há crianças que começaram levando um livro e hoje lêem 10”, diz
entusiasmada.

FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.