Rio das Ostras vai ampliar a participação o Programa Sua Escola a 2000 por Hora

Representantes do Instituto Ayrton Senna, com sede em São Paulo, visitaram Rio das Ostras esta semana para acompanhar mais de perto o desenvolvimento do Programa Sua Escola a 2000 por Hora (PSE).

“Nosso objetivo é incrementar o programa, que é uma iniciativa do instituto, em todas as escolas municipais com turmas de 5ª a 8ª séries. Não conseguimos mais imaginar o nosso trabalho sem essa parceria”, disse a subsecretária de Educação, Rosângela Faria, que coordena o Núcleo Gestor do PSE na cidade.

     Durante os três dias de reuniões do Grupo de Trabalho, a coordenadora nacional e a agente técnica do PSE no instituto, Kátia Ramos e Isabel Guimarães, respectivamente, se encontraram com o Núcleo Gestor e com os professores municipais. “Estamos fazendo uma  parceria com a Secretaria de Educação de Rio das Ostras há dois anos, com o objetivo de fazer com que a proposta do programa se torne uma política pública. O nosso principal objetivo com a visita a cidade foi avaliar o resultados alcançados pelas escolas, mas também planejar as próximas etapas”, explicou Kátia.

     Na terça-feira, 8 de agosto, foi realizada uma reunião das representantes nacionais com o Núcleo Gestor de Rio das Ostras. Na quarta-feira, dia 9, foi a vez dos agentes interlocutores (professores e diretores de escolas municipais que já estão engajados no programa) se encontrarem com as duas. Os interlocutores falaram do desenvolvimento do PSE em cada uma das nove unidades de ensino que o adotaram. Na quinta-feira, dia 10, no encerramento da visita, o Grupo de Trabalho teve como público-alvo os professores parceiros.

     “Os alunos desenvolvem muitas competências a partir do programa e o professor precisa saber avaliá-las”, afirmou Kátia. Entre essas competências estão a interação com outros estudantes e professores, aumento da auto-estima, organização do tempo, desenvolvimento técnico para produzir blogs, melhora da leitura e escrita e ampliação da capacidade de análise, reflexão e argumentação.

     O programa se desenvolve a partir de Projetos de Aprendizagem (PAs). Cada aluno, partindo de um tema no qual queira se aprofundar, elabora uma pergunta que dá a origem a um Projeto. Para respondê-la, ele utiliza diferentes instrumentos, da Internet à biblioteca. O professor atua como orientador de todo o processo que se transforma num blog com acesso  pelo site www.escola2000.org.br.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.