Rio das Ostras tem primeira Unidade de Dor Torácica do interior do Estado

A UDT funciona no novo prédio reformado do Pronto-Socorro municipal

A Prefeitura de Rio das Ostras inaugurou no dia 28, a primeira Unidade de Dor Torácica – UDT do interior do Estado e o novo Pronto-Socorro Municipal, que foi reformado e ampliado.

Anexa ao Pronto-Socorro, a UDT conta com equipamentos de última geração e profissionais qualificados especialmente para atendimento a pacientes com dores no peito, com risco de infarto.

A solenidade de inauguração contou com a presença do prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto; do vice-prefeito Ronaldo Fróes; do presidente da Câmara, vereador Carlos Afonso; do secretário de Saúde, Dr. Sérgio Carvalho Manhães; da subsecretária de Saúde, Dra. Vilma Teixeira; dos vereadores Orlando Neto, Alcemir Jóia, Edílson Gomes, Robson Carlos e Rosenildo Viana; do subsecretário de Estado de Governo, representando a então governadora Rosinha Matheus, Eliel Ribeiro; do coordenador do projeto de dor torácica do hospital pró-cardíaco do Rio de Janeiro, Dr. Roberto Bassan; do presidente da Associação Médica Fluminense, Dr. Glauco Barbieri; das diretoras do pronto-socorro municipal, Dra. Lúcia Vicentini e Clícia Diniz; e do presidente da Associação de Moradores do Nova Cidade, Marcelo Ferreira.

A Unidade de Dor Torácica de Rio das Ostras é a quarta no sistema público do país e um marco na saúde do Estado, oferecendo um modelo de assistência moderno e de qualidade à população. Segundo Dr. Roberto Bassan, precursor da implantação de UDTs no Brasil e presidente da Sociedade Americana de Dor Torácica, este é um modelo ímpar para servir a toda população. “É uma grande honra e uma satisfação para a Sociedade Americana de Dor Torácica estar presente na inauguração de uma UDT onde toda população terá acesso”, disse.

O presidente da Associação Médica Fluminense, Dr. Glauco Barbieri, ressaltou a qualidade da obra. “Poucas vezes vi no sistema de saúde pública uma unidade tão bem feita, capaz de dar à população um atendimento de alta qualidade”.

O prefeito Carlos Augusto aproveitou seu pronunciamento para exaltar a dedicação, a força de vontade e o profissionalismo do secretário Sérgio Manhães e da equipe da Secretaria, e anunciou novos investimentos na saúde para este ano como a construção de um novo pronto-socorro, a ampliação do Hospital Municipal, a inauguração do CTI no Hospital, a inauguração do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPs), a implantação do Programa de Saúde da Família em 60 dias e a reforma do Centro de Reabilitação.

UNIDADE DE DOR TORÁCICA – A UDT reúne alta tecnologia e equipe qualificada de médicos e enfermeiros para o primeiro atendimento a pacientes com dores no peito, que podem ser sintomas de complicações cardíacas. O atendimento na UDT oferece uma avaliação rápida e segura, reduzindo sensivelmente o risco de morte e impedindo que o paciente receba alta sem que seja totalmente investigada a causa da dor.

A Unidade também representa uma grande economia de gastos públicos, já que reduz os custos entre 20% e 50%, diminuindo o tempo e a necessidade de internação dos pacientes.

PRONTO-SOCORRO – O prédio do Pronto-Socorro passou por obras de reforma e ampliação, visando humanizar o atendimento. A unidade ganhou uma área específica para atendimento de transtornos mentais. A recepção foi ampliada e ganhou porta eletrônica e áreas separadas para a triagem de pacientes e observação. Os consultórios médicos, a Unidade Intermediária e a Unidade de Trauma foram ampliados, as salas de observação foram reformadas e o Pronto-Socorro passou a contar com um posto de coleta de sangue e uma sala de medicamentos. Todo o prédio está climatizado e teve seu sistema de iluminação redimensionado.

TECNOLOGIA – Com as novas unidades, o atendimento de emergência de Rio das Ostras passa a contar com equipamentos de última geração para salvar vidas. A rede municipal vai oferecer exames de ponta, entre eles tomografia computadorizada e teste ergométrico, ecocardiograma bidimensional, eco transesofágico, ecovascular etc., além daqueles realizados por endoscopia, com a utilização de microcâmeras que permitem a visualização interna do paciente. O município comprou também novos aparelhos de ultrassom, novos respiradores e cardiotopógrafo, além de eletrocardiograma computadorizado.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.