Rio das Ostras ganha novos bolsistas em informática educativa

Responsáveis pelos estudantes participaram de reunião na Secretaria de Educação
Vinte e seis novos bolsistas de informática começam a atuar, a partir do dia 1º de junho, no Programa Pró-Interação (Print), da Secretaria de Educação de Rio das Ostras. Responsáveis pelos estudantes selecionados participaram de uma reunião na terça-feira, dia 18, na qual foram informados sobre o desenvolvimento do programa. Para atuar no Print é necessário ter entre 13 a 20 anos, haver atuado como voluntário na informática educativa, residir na cidade ou estar matriculado e frequentando unidade de ensino pública ou particular, desde que na condição de bolsista.

“Acho ótimo o meu filho ter essa oportunidade. Ele é um bom aluno, dedicado, e com o valor da bolsa penso em abrir uma poupança para ajudar a pagar a universidade do meu filho no futuro”, diz a auxiliar de serviços gerais Maria Aparecida Alves Barbosa, mãe de Gustavo, de 14 anos. “Trabalhei dois anos como monitor voluntário e agora vou poder ensinar o que aprendi e continuar aprendendo”, completa Gustavo, que cursa o 9º ano do Ensino Fundamental no Colégio Municipal Professora América Abdalla.

Segundo Johnny Charles, gestor de tecnologias educacionais, os novos bolsistas vão estar presentes em mais dois espaços digitais, que serão inaugurados no início de junho. “Os integrantes do PRINT vão atuar no Espaço Web Ambiental, que vai funcionar no Parque dos Pássaros, e na Sala de Informática do Parque da Cidade, para auxiliar os integrantes do Feliz Idade no uso do computador”, afirma Johnny.

Todos os bolsistas do Print ganham meio salário mínimo por quatro horas diárias de atividades, de segunda a sexta-feira. Os jovens podem continuar no programa até completar 21 anos ou concluir o Ensino Médio.

Reconhecimento – Selecionado como finalista do Prêmio Microsoft de Educadores Inovadores em 2006, o Print já foi apresentado em congressos de Educação em Portugal, Equador e Cuba. O projeto, no entanto, não seria possível se a Prefeitura de Rio das Ostras não tivesse investido na tecnologia educacional. Atualmente, todas as escolas de rede municipal que oferecem os anos finais do Ensino Fundamental contam com salas de informática e cerca de 400 alunos atuam como monitores voluntários nesses espaços digitais.

FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.