Rio das Ostras dá nome a uma nova unidade de produção da Petrobras

Anúncio foi feito durante encontro de prefeitos com a empresa

A Petrobras escolheu o nome do município de Rio das Ostras para batizar uma de suas mais novas Unidades de Produção, Armazenamento e Transferência (FPSO) a ser instalada na Bacia de Campos.

A plataforma, que se chamará “Cidade Rio das Ostras”, entrará em atividade no início de 2008 no Campo de Siri com uma produção diária de 15 mil barris de petróleo. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, dia 23, pelo gerente geral da Unidade de Negócios de Exploração e Produção da Bacia de Campos, Carlos Eugênio da Ressureição, durante um encontro da Petrobras que reuniu prefeitos da região da Bacia de Campos, em Macaé.

Segundo ele, a bacia também irá receber no início de 2007 outra FPSO, que entrará em atividade no Campo de Espadarte com uma produção de 100 mil barris de petróleo ao dia. A unidade receberá o nome de Cidade Rio de Janeiro. “A Petrobras espera alcançar seu pico de produção na Bacia de Campos em 2015, mas acredito que ainda exista muita riqueza a ser gerada nessa área”, comentou Carlos Eugênio.

Durante o encontro, que contou com a presença dos prefeitos Carlos Augusto (Rio das Ostras), Riverton Mussi (Macaé), Armando Carneiro (Quissamã) e Paulo Dames (Casimiro de Abreu), Carlos Eugênio também apresentou o plano de investimentos a ser desenvolvido pela Petrobras a partir do próximo ano. Segundo ele, até 2011 a estatal pretende investir mais US$ 87,1 bilhões, dos quais 86% serão destinados a todo o Brasil, sendo 42% ao Estado do Rio de Janeiro. “Temos previsão de crescimento da produção até 2011 e a Bacia de Campos continuará liderando esse processo, com mais de 80% da produção”, informou o gerente, que também aproveitou o encontro para esclarecer dúvidas dos prefeitos presentes.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.