Rio das Ostras abriga primeira fábrica de risers do Brasil

Empresa, que vai desenvolver o mercado offshore brasileiro e a economia da região, foi inaugurada na ZEN


A primeira fábrica de risers, equipamento de perfuração essencial para a exploração de petróleo em águas profundas, do Brasil está instalada na Zona Especial de Negócios (ZEN) de Rio das Ostras. O objetivo é garantir maior autonomia e reduzir gastos da indústria petrolífera brasileira, além de proporcionar mais desenvolvimento econômico para o município. A inauguração, que contou com a participação do prefeito Carlos Augusto, aconteceu nesta terça-feira, dia 17, na sede da Aker, localizada na ZEN.

O prefeito ressaltou que, além de ser um privilégio sediar a única fábrica no país de risers, a empresa ajudará a impulsionar o nome da cidade internacionalmente, consolidando o município como referência empresarial.

"A Aker é um empreendimento muito compromissado com Rio das Ostras e que acreditou na ZEN, como local ideal para se instalar. Essa fábrica é mais uma conquista para nós", enfatizou Carlos Augusto.

A empresa, que está localizada em uma área de 2.450 metros quadrados, contou com o investimento de R$ 22 milhões e gera 85 empregos diretos e indiretos. Segundo o presidente da divisão de negócios Subsea da Aker Solutions no Brasil, Marcelo Taulois, um dos motivos para a escolha de Rio das Ostras foi a facilidade para encontrar mão-de-obra qualificada.

"Possuímos fábrica na Malásia e lá tivemos que oferecer desde o curso técnico mais básico até a qualificação específica que precisamos, aqui não tivemos esse problema", afirmou.

Segundo o vice-prefeito Ronaldo Fróes, a nova fábrica comprova a credibilidade do empresariado no governo Carlos Augusto.

"Esta empresa, que tem experiência no mercado offshore, não faria um investimento desse porte em uma cidade sem estabilidade e infra-estrutura", pontuou.

Além do prefeito e de seu vice, também participaram da inauguração o secretário de Desenvolvimento, Negócios e Petróleo, Dowsley Almeida; o gerente setorial de equipamentos subaquáticos da Petrobrás, João Henrique Rittershaussen; o diretor geral da Queiroz Galvão, Antônio Augusto de Queiroz Galvão; diretores da Aker Solutions e representantes de diversas outras empresas do setor offshore.

 

 FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.