Representantes do governo de Angola visitam Rio das Ostras

O modelo de crescimento do município foi considerado um exemplo pela comitiva internacional

Representantes da província de Cabinda, na Angola, estiveram nesta terça-feira, dia17, em Rio das Ostras com o intuito de conhecer o modelo infraestrutural adotado no município e a Zona Especial de Negócios. Domingos Antero e Antônio Martins, respectivamente assessor de Análise Econômica e Social e o Secretário de Obras de Cabinda, ficaram impressionados com a organização e a descentralização empresarial de Rio das Ostras.

 

"É um município novo e com um belíssimo projeto urbanístico, empresarial, de saneamento e transporte alternativo. Nós viemos ao Brasil trocar idéias e conhecer experiências bem sucedidas, como a daqui, para que possamos utilizar em Cabinda", explicou Antero. Em comum com Rio das Ostras a província angolana tem a indústria petrolífera, que é responsável pela produção de 50% do petróleo do país, e utilização de vans como transporte público.

 

Para o prefeito Carlos Augusto, a visita foi um reconhecimento do trabalho realizado pela administração pública "É uma prova de que estamos no caminho certo. Temos um modelo de gestão a oferecer não só no Brasil, como internacionalmente", frisou.

 

Um dos diferenciais da cidade que mais chamou a atenção dos angolanos foi a ZEN. De acordo com Antero, Cabinda está em fase de implantação de um pólo industrial e o projeto da ZEN vai ao encontro aos objetivos da província "A ZEN oferece infra-estrutura e localização estratégica, pois fica em uma área boa para as empresas e é afastada do centro da cidade, o que beneficia a população", avaliou.

 

O secretário de Desenvolvimento, Negócios e Petróleo de Rio das Ostras, Dowsley Almeida, achou a visita muito construtiva "Sabemos e temos resultados que comprovam o sucesso da ZEN. O fato de termos agora outro país querendo adotar um modelo similar ao nosso só consolida e confirma nosso pioneirismo", concluiu.


FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.