Programa de Combate à Dengue da Prefeitura de Rio das Ostras estará em sete bairros em janeiro

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Rio das Ostras, por meio do Departamento de Saúde Coletiva, mantém um programa contínuo de Combate à Dengue no município.
No mês de janeiro a equipe de agentes de saúde estará visitando sete bairros em toda cidade – Parque Zabulão, São Cristóvão, Rocha Leão, Centro, Nova Esperança, Liberdade e Nova Cidade – elencados a partir de critérios técnicos, como índice de infestação predial e densidade demográfica.

Os agentes de saúde visitarão os imóveis, identificando possíveis criadouros do mosquito transmissor da doença (Aedes aegypti), darão orientação aos moradores sobre a prevenção da Dengue e tratarão os criadouros, com a aplicação do produto biológico que elimina as larvas do mosquito.

A equipe da Secretaria de Saúde reformulou o plano de ação no município, de forma a ampliar a eficiência do trabalho de prevenção à doença. Embora não haja casos de Dengue em Rio das Ostras, há a necessidade de prevenção contínua pela proximidade com o Rio de Janeiro e pelo aumento de população na alta temporada.

Participação da população

A Prefeitura lembra que o combate ao mosquito da Dengue depende da consciência e colaboração de todos os moradores e turistas. A população deve receber os agentes de saúde, ouvir e seguir suas recomendações tanto para eliminação dos possíveis criadouros – como pneus, garrafas, pratos de plantas etc. – quanto para o uso do produto biológico de eliminação das larvas.

Os moradores podem evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti com cuidados como:

  • verificar semanalmente a existência de novos criadouros do mosquito e eliminá-los, quando for o caso

  • tratar semanalmente e manter protegidos reservatórios que não podem ser eliminados, como as caixas d´água, por exemplo.

  • manter o frasco do produto biológico bem tampado e armazenado, devolvendo aos agentes os frascos vazios.

É importante destacar que o produto biológico pode ser aplicado sem risco à saúde de pessoas ou animais.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.