Prefeitura promove grande festa de casamento coletivo

A Secretaria de Bem-Estar Social da Prefeitura de Rio das Ostras promoveu no dia 20 de maio um Casamento Coletivo com a participação de 33 casais do município. A cerimônia foi celebrada pelo Pastor Miltom Viana. 

O evento, que aconteceu na sede do Grupo Renascer da Terceira Idade, foi marcado por uma grande festa que contou com a presença do prefeito Carlos Augusto, do vereador Edílson Silva, do deputado federal Alexandre Santos, e da secretária de Bem-Estar Social, Márcia Almeida, além de parentes e amigos dos casais.

Segundo Márcia Almeida, o Casamento Coletivo é um projeto da Secretaria de Bem-Estar que tem como objetivo proporcionar aos casais que não têm recursos para arcar com as despesas de um casamento a possibilidade de se casarem oficialmente. “Este projeto é a concretização da política de assistência social que tem como núcleo a família”, explicou a secretária.

Durante o evento, o prefeito Carlos Augusto aproveitou para falar sobre o seu compromisso com a área social do município, destacando a sua satisfação em poder realizar o sonho de tantas pessoas. “É uma alegria imensa saber que hoje estamos proporcionando a essas pessoas o sonho de se casarem”, comentou Carlos Augusto.

Entre os casais que tiveram o sonho do casamento realizado estão Renata da Silva e Leonardo Rangel. Segundo Renata, eles moram juntos há quatro anos e sempre quiseram oficializar a relação mas não tinham condições financeiras. “Estou me sentindo muito realizada. Casar era um grande sonho nosso e graças à Secretaria de Bem-Estar hoje estamos tendo a oportunidade de concretizá-lo”, comentou a noiva.

Outro casal que teve sua união oficializada durante o Casamento Coletivo foi Edite Barboza, 54 anos, e Celso de Assis Barboza, 55 anos. Juntos há 35 anos e pais de três filhos, apesar de não terem condições financeiras, eles sempre tiveram vontade de se casar na igreja e fazer uma grande festa. “Hoje é um dia muito especial para mim. Na minha idade achei que isso não ia mais acontecer”, disse Edite.

Todos os 33 casais beneficiados foram selecionados entre os inscritos na Secretaria de Bem-Estar Social e tiveram as despesas de cartório (para regularizar os papéis) custeadas pela Prefeitura.

FONTE: SECOM -PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.