Prefeitura cobra agilidade dos bancos no atendimento aos clientes

Para reduzir a demora nas filas de bancos, o procurador geral do município, Enéas Rangel, se reuniu na última quarta-feira, dia 13, no auditório da sede administrativa, com representantes dos bancos instalados no município. O objetivo foi discutir uma forma de agilizar o atendimento aos cidadãos.

Na reunião, o procurador cobrou o cumprimento da Lei Municipal nº 355/1999 que limita a espera por atendimento bancário a 20 minutos, tendo em vista que o compromisso da atual administração é priorizar o bem-estar do cidadão.

A Prefeitura solicitou às instituições bancárias que as providências sejam tomadas. “Queremos encontrar uma forma de acabar com esse problema de atendimento para que o cliente seja atendido da melhor forma possível. Vamos dar 60 dias para que as instituições bancárias consigam se adequar para que a lei seja cumprida e que os clientes não passem tanto tempo nas filas”, declarou o procurador.

Segundo Enéas Rangel, esse prazo é para que os bancos analisem suas questões internas. “Entendemos que cada banco tem uma particularidade e esse prazo é para que eles possam se adequar da melhor forma possível. Após essa análise, vamos aguardar um novo contato para que sejam tomadas as providências para adequação da Lei”, explicou o procurador.

Participaram da reunião os representantes da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, HSBC e Itaú.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.