População elogia organização do Carnaval de Rio das Ostras

Sol escaldante, mar azul, cidade cheia, turistas e moradores satisfeitos. Esse foi o saldo do Carnaval de Rio das Ostras, que proporcionou aos foliões uma programação de qualidade, com segurança nas ruas e boa recepção.

O objetivo da Prefeitura foi unir saúde, segurança e diversão para uma festa mais segura e divertida.

Rodrigo Castro veio do Rio de Janeiro e diz que há muito tempo não se divertia tanto neste período. “Rio das Ostras está de parabéns. Conseguiu manter um carnaval com gostinho de interior. Blocos de rua, pessoas fantasiadas e shows que resgatam os antigos carnavais. Aonde a gente vai vemos ambulâncias, percebemos a presença de guardas municipais e guarda-vidas. Não me arrependi. No próximo ano pretendo voltar”, disse.

Guardas municipais estiveram distribuídos pela cidade organizando tráfego de veículos e pedestres. A Guarda posicionou viaturas na entrada e saída da cidade e em pontos estratégicos. O resultado foi um número reduzido de acidentes de veículos, 15 ao todo, e nenhum com vítimas graves. Nas praias, guarda-vidas fizeram uma operação permanente, que resultou em 91 salvamentos. As equipes ainda coibiram o abuso do som alto dos carros. A ação contra o estacionamento irregular retirou 28 veículos que atrapalhavam o tráfego de carros e pessoas.

A alteração no trânsito também colaborou para um Carnaval mais tranquilo. Com os fechamentos de algumas ruas, as orlas ficaram desobstruídas, deixando assim o pedestre mais à vontade para passear sem correr riscos de atropelamentos.

Ambulâncias foram distribuídas por alguns pontos da cidade fazendo um serviço conjunto com a equipe do Resgate. Quatro delas ficaram em pontos fixos: em Costazul, Centro, na área próxima à Tenda do Circo, onde aconteceram as matinês e bailes noturnos, e em frente à sede da Defesa Civil. As poucas solicitações de resgate demoraram no máximo 10 minutos para ser atendidas.

A instalação de banheiros químicos em vários pontos trouxe comodidade aos foliões e evitou que as pessoas sujassem a cidade. A Secretaria de Serviços Públicos esteve de plantão todos os dias de festa trocando lâmpadas queimadas e verificando possíveis entupimentos de bueiros. Os serviços de limpeza aconteceram durante todo o dia. Cerca de 450 trabalhadores estão fazendo o trabalho de recolhimento de sacola de lixo e esvaziamento das lixeiras públicas.

Quem voltou para casa de madrugada, após os shows, notou o aumento do número de vans. À noite os foliões também contaram com pessoal de apoio à segurança na Área de Eventos de Costazul (antigo camping), onde aconteceram os grandes shows.

FONTE:  
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.