Guarda Ambiental de Rio das Ostras recupera Tamanduá e Cachorro do Mato

Animais foram levados para a Fazenda Parque, onde serão acompanhados pelos veterinários

A equipe Ambiental e Marítima da Guarda Municipal de Rio das Ostras começou a semana com muito trabalho. Eles recolheram um Tamanduá- Bandeira-Mirim e um Cachorro-do-Mato, este último, ferido, vítima de atropelamento, na área de Itapebussus. Os animais foram levados para a Fazenda Parque dos Animais, onde estão sendo acompanhados pela equipe de veterinários.

De acordo com o coordenador Ambiental da Guarda, Gilberdan da Silva Gomes, só este ano, mais de 40 animais foram recolhidos no município, como jiboia, cachorro-do-mato, tamanduá, macaco, entre outros que habitam a área de restinga de Rio das Ostras. Muitos animais, após recuperados, são devolvidos ao meio-ambiente. O tamanduá foi solto no final desta manhã, na área de preservação de Itapebussus.

Ele conta que os animais acolhidos na manhã desta segunda-feira, dia 12, foram achados pela população, que acionou a Guarda. Em casos como esses, os moradores podem ligar para os telefones (22) 27 64 3142 e 08000.22 6301.

O Guarda Ambiental solicita aos motoristas que transitam na Rodovia Amaral Peixoto, no trecho do Mar do Norte até Macaé, para ter atenção redobrada, pois é comum animais silvestres atravessarem a pista, considerando que a estrada fica bem próxima da área de Itapebussus. O cachorro do mato é um animal silvestre ameaçado de extinção no Estado do Rio de Janeiro, embora ele ainda esteja presente nas unidades de conservação e áreas preservadas de Rio das Ostras. As queimadas e o desmatamento vêm reduzindo cada vez mais o habitat desses animais no Estado, destacou o coordenador ambiental.https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.