Carnaval de Rua foi ponto alto da folia em Rio das Ostras

Carnaval de Rua foi ponto alto da folia em Rio das Ostras

Carnaval 2011Foliões mostraram que a tradição dos blocos está bem viva na cidade, com diversão para toda a família

Enquanto a capital do Rio de Janeiro começa a retomar o Carnaval de rua, Rio das Ostras mostrou que a tradição dos blocos e das fantasias está bem viva e ditou a alegria das festas de Momo. Nem mesmo a chuva e os dias nublados espantaram as milhares de pessoas que escolheram a cidade para festejar.

Ao todo foram mais de 15 blocos carnavalescos, que tomaram as ruas e arrastaram multidões. O Carnaval da cidade começou na sexta-feira, dia 4, com a apresentação dos blocos Siri com Cãibra e Blocana, no Centro, e o Bloco da Barata em Costazul. Todos aproveitaram a folia, que só terminou na quarta-feira de Cinzas com o Bloco do Torresmo, encerrando os festejos, em Costazul. Os blocos também tomaram conta da Lagoa de Iriry, Jardim Mariléa, Cantagalo e Rocha Leão.

As fantasias estiveram em alta. Fadas, baianas, bruxas e havaianas se misturaram numa grande festa. O apoio da Prefeitura de Rio das Ostras aos blocos – som, trios, seguranças, equipes de organização e banheiros químicos – foi fundamental para o sucesso dos desfiles.

Pedro Paulo, Greco, Lucas e Wesley, do Rio de Janeiro, entre uma paquerada e outra, disseram que a festa de Rio das Ostras é maravilhosa. “Tudo é muito bom aqui. A mulherada é linda, a festa é animada e corre com muita paz. Voltaremos ano que vem!”, falou Greco.

O Carnaval de Rio das Ostras ganhou nota 10 no quesito criatividade. O Bloco Coruja, que desfilou todos os dias em Costazul, contou com a participação de uma Tropa de Elite da alegria, comandada por Celso Jappour. Morador de Rio das Ostras há mais de 30 anos, ele é conhecido pelo espírito jovem e festeiro. O fundador do Bloco Rola da Praia e este ano montou um grupo com muita gente jovem, bonita e animada. Na tropa, antigos veículos militares carregaram os foliões, devidamente uniformizados.

Juliana e Nathália, de Rio Bonito, se juntaram à Tropa e foram unânimes em dizer que o Carnaval de Rio das Ostras é o melhor da região. “É a primeira vez que venho para cá, mas não tem comparação com o Carnaval de todas as outras cidades da região”, disse Nathália.

ORGANIZAÇÃO –    A organização ficou a cargo da Prefeitura, para que o Carnaval fosse só festa para os foliões. Para dar conta do aumento do fluxo de veículos e de pessoas nas vias, a Secretaria de Ordem Pública e Controle Urbano colocou cerca de 400 guardas municipais de plantão. Algumas ruas foram interditadas para que os pedestres tivessem mais segurança e pudessem curtir a festa à vontade.

Já a Secretaria de Saúde fez uma campanha massiva, estimulando a prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis, como a Aids. Foram montados dois postos, uma na orla do Centro e outro na Praça da Baleia, para orientação e distribuição de preservativos masculinos. Dezenas de agentes de saúde e voluntários fizeram a distribuição de camisinhas ao público dos blocos e nas praias. De acordo com Elaine Gonçalves, uma das enfermeiras responsáveis pelo trabalho, a procura pelo preventivo foi grande.

O turista Wiliam Vieira foi um dos que procuraram o posto. Ele é consciente de que o uso do preservativo é essencial para se proteger das DST. “Acho muito importante o Poder Público se preocupar em chamar a atenção das pessoas quanto a importância do uso da camisinha”, destacou.

Ainda segundo a enfermeira, “muitas mães procuraram os postos da Secretaria de Saúde para buscar preservativos para os filhos”, informou.

LIMPEZA NOTA 10 – Para garantir o bem-estar de todos em Rio das Ostras, a Secretaria de Meio Ambiente foi dinâmica e eficaz com a limpeza. Cerca de 300 varredores estiveram de prontidão cuidando para que tudo permanecesse limpo. Em seguida à passagem dos blocos, os trabalhadores em mutirão deixavam as ruas impecáveis para tornar o clima ainda mais agradável e preparar a cidade para a folia do dia seguinte.

FOTOS CARNAVAL 2011


FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.