Carlos Augusto se encontra com diretores e anuncia intercâmbio educacional com Cuba

Prefeito visitou nova sede da Secretária de Educação

Os diretores das escolas municipais de Rio das Ostras se encontraram nesta sexta-feira, dia 9 de fevereiro, com o prefeito Carlos Augusto na nova sede da Secretaria de Educação.

Durante o café da manhã, Carlos Augusto lembrou que, com o acordo assinado com o Instituto Pedagógico Latino Americano e Caribenho (Iplac), em Cuba, os professores terão oportunidade de fazer cursos de atualização e ter apoio pedagógico.

– Rio das Ostras ficou conhecida como cidade dos royalties, mas a nossa maior riqueza são os profissionais compromissados e qualificados que possuímos – disse o prefeito.

A secretária de Educação, Maria Lina Paixão, em nome de todas as diretoras, agradeceu ao prefeito pela oportunidade de participar do Congresso em Cuba. "Tudo que aprendemos será incorporado às nossas ações, ao dia-a-dia da Educação no ano de 2007 e nos anos que virão", afirmou.

O vereador Robson Carlos de Oliveira Gomes, a secretária de Bem-Estar Social, Márcia Almeida, e a diretora da Casa da Educação, Edilane Carvalho, também participaram do café da manhã com o prefeito.

Nova sede no Hotel Sal Sal – Com a transferência da Secretaria de Educação da Rua Araruama para o prédio do antigo Hotel Sal Sal, na Extensão do Bosque, os professores vão ganhar mais espaço. No prédio do Centro vai continuar a funcionar a Casa da Educação, que dá apoio pedagógico aos professores. Já na nova sede vai ficar toda a parte administrativa da secretaria.

Uma outra conquista do setor é que a Educação Inclusiva agora vai contar com o apoio de uma psicóloga e uma fonoaudióloga para atender aos alunos com necessidades especiais.

Avaliação educacional – O projeto Qualidade Educacional e Valorização Profissional, também conhecido como avaliação sistêmica, terá início ainda em março. Serão realizadas avaliações institucionais, de cada escola como um todo, e individuais, medindo o desempenho de cada aluno. Assim será possível ver em quais as áreas os estudantes apresentam maior dificuldade e dar apoio pedagógico ao professor para que se atualize e desenvolva profissionalmente. 

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.