Secretaria de Bem-Estar Social faz o recadastramento de mais de 2.600 pessoas no cartão do Bem Social

O mutirão organizado por uma equipe de 150 servidores da Secretaria de Bem-Estar Social para o recadastramento do Cartão do Bem atendeu, em cinco dias de trabalho, mais de 2.600 pessoas que apresentaram os documentos para continuar recebendo os benefícios.

Para a secretária de Bem-Estar Social, Rose Santos, a ação atingiu seu objetivo de valorizar o cidadão e mostrar a transparência do processo. “Houve uma integração muito grande da nossa equipe que se empenhou para que tudo desse certo. Todos os servidores estavam comprometidos com a ação”, completou a secretária.

Para agilizar o processo, todo o atendimento foi informatizado para que os dados de cada um dos beneficiados pudesse ser cruzados. “Com esse sistema, podemos ver em quais projetos o cidadão está cadastrado, os benefícios que ele recebe e quando, além de informações relativas a documentação e observações das assistentes sociais. Este modelo de sistema poderá ser usado por todos os departamentos da prefeitura”, disse Rose.

Após o recadastro, as assistentes sociais também saíram em mutirão para as visitas domiciliares com o objetivo de adiantar os relatórios de cada benefiado. “Como fazemos o acompanhamento em casa, essas visitas também serviam para que o cidadão pudesse entregar algum documento que estivesse pendente. Vale lembrar que os acamados e impossibilitados de se locomover também foram visitados e puderam ser recadastrados”, informou a secretária
Cartão do Bem Social – Este é um programa que segue critérios estabelecidos pela Lei 1140, de 2007, que prevê o desenvolvimento da cidadania e a inclusão social das famílias em situação de vulnerabilidade social. O valor de 100 reais deve ser utilizado como complementação dos rendimentos das famílias, com renda percapta de, no máximo, um salário mínimo.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.