Rio das Ostras prepara equipes para implantação de Caps Infantojuvenil

Rio das Ostras prepara equipes para implantação de Caps Infantojuvenil

Profissionais estão sendo qualificadas por instituições de referência nacional em Saúde Mental 

Rio das Ostras avança em direção à implantação do Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil do Município, o Capsi. A Secretaria de Saúde deu início nesta semana a uma capacitação especial da equipe multidisciplinar de Crianças e Adolescentes do Ambulatório de Saúde Mental.

Os profissionais estão sendo preparados para atuar no Capsi com apoio da Frente Estamira de Caps e do Núcleo de Pesquisa em Políticas Públicas de Saúde Mental – Nuppsam, da UFRJ.

“Fomos buscar o que há de melhor no Brasil para colaborar com a qualificação dos nossos profissionais. Não pouparemos esforços para que o Capsi seja referência no cuidado em Saúde Mental das nossas crianças e adolescentes”, disse Alessandro Barbosa, coordenador do Programa de Saúde Mental do município.

REFERÊNCIAS – Ao lado do Nuppsam, a Frente Estamira de Caps é constituída por trabalhadores, familiares e usuários da Saúde Mental que formam um coletivo articulador de políticas públicas e estratégias de luta coletiva de resistência e invenção da Saúde Mental. O grupo oferece apoio técnico aos serviços dos Caps no Estado, a partir da perspectiva regional.

CAPSi – Os Centros de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi) oferecem atenção integral a crianças e adolescentes em sofrimento psíquico e promovem a gestão das diferentes demandas de cada município.

Os Caps são serviços de saúde voltados aos atendimentos de pessoas com sofrimento psíquico ou transtorno mental. As unidades contam com equipes multiprofissionais, que empregam diferentes intervenções e estratégias de acolhimento, como psicoterapia, psiquiatria, terapia ocupacional, oficinas terapêuticas, medicação assistida, atendimentos familiares e domiciliares, entre outros.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.