Rio das Ostras apresenta estatísticas de violência sexual contra crianças e adolescentes

Rio das Ostras apresenta estatísticas de violência sexual contra crianças e adolescentes

Dados nacionais e locais foram apontados durante encerramento da campanha “Faça Bonito” nesta quinta, 26, na Câmara de Vereadores 

Mais de 11 mil crianças e adolescentes entraram para as estatísticas de violência sexual no Brasil em 2021. Os dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos foram apresentados na manhã desta quinta, dia 26, em Rio das Ostras durante o encerramento da campanha “Faça Bonito”, que ocorreu durante o mês de maio no Município. Dos 11316 da estatística, 8373 foram de meninas e 2943, meninos, violados sexualmente.

O evento aconteceu na Câmara de Vereadores e teve a presença de autoridades do Legislativo, secretários e subsecretários municipais, além de equipe técnica, conselheiros tutelares, representantes de instituições da rede de acolhimento e membros da sociedade civil.

“A questão da violência contra crianças e adolescentes é uma responsabilidade de todos nós. Não podemos ficar de olhos fechados diante de um crime que deve ser combatido. Eu acredito nesta rede que precisa ser sempre mais fortalecida”, disse Eliara Filho, secretária de Assistência Social.

NÚMEROS – Durante a apresentação também foram mostrados índices locais. Entre 2020 e 2022, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Creas acompanhou 41 casos de crianças de até 12 anos e 49 de adolescentes entre 13 e 17 anos que sofreram abuso ou violência sexual.

Somente pela Secretaria de Saúde, em 2021, foram acompanhadas 51 pessoas, sendo 14, de 0 a 4 anos; 13, de 5 a 9 anos; 15, de 10 a 14 anos; e 9 de 15 a 19 anos. Nos primeiros meses de 2022, 5 casos já são acompanhados pela Saúde Municipal.

Segundo os dados do Ministério da Saúde da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, também apresentados no evento, nos cinco meses de 2022 já foram registradas 4486 denúncias de violação de direitos contra crianças e adolescentes no Brasil e cerca de 834 estão ligadas a situações de violência sexual.

CAMPANHA – A Campanha “Faça Bonito” acontece todos os anos no Brasil no dia 18 de maio. Nesta data, em 1973, a menina Araceli teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta de Vitória (ES).

O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. A proposta anual da campanha é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livre do abuso e da exploração sexual.

 

AÇÕES – Rio das Ostras fez uma das maiores campanhas Faça Bonito da história do Município com uma programação extensa durante todo o mês de maio. Caminhada, rodas de conversas, capacitações, live e debates em veículos de imprensa fizeram parte da programação.

 

Estiveram presentes no encerramento o vice-prefeito Luiz Ferraz e os vereadores Leonardo de Paula Tavares, Marciel Gonçalves de Jesus Nascimento, Rogério Belém, Sidnei Mattos Filho e Maurício Braga Mesquita. Estiveram também os secretários municipais Paulo César Viana, de Transportes Públicos; Marco Antônio Miranda, presidente do OstrasPrev, Marcus David Rezende, secretário de Segurança Pública; Mário Alves Baião Filho, de Gestão Pública; e Maurício Henriques Santana, de Educação, Esporte e Lazer.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.