Rio das Ostras lança projeto dedicado à saúde do pescador

Lançamento será no posto de saúde da Boca da Barra, dia 24, às 16h, com a presença do prefeito Sabino

A Prefeitura de Rio das Ostras lança na próxima segunda-feira, 24, o Projeto Saúde do Pescador, que leva atendimento de saúde direcionado a esses trabalhadores, adequado às suas necessidades. O lançamento acontece no posto de saúde da Boca da Barra, às 16h, com a presença do prefeito Sabino, pescadores e familiares, além de outras autoridades do Município. O evento é promovido pela Secretaria de Saúde, com apoio da Secretaria de Ambiente, Sustentabilidade, Agricultura e Pesca.

Nesta segunda, os pescadores vão receber um kit de primeiros socorros, com protetor solar e medicamentos, além de bonés, camisas e bandeiras do Município para os barcos.

Um levantamento realizado pela Secretaria de Saúde junto aos pescadores apontou que boa parte deles não procurava atendimento por conta dos horários dos postos. Pelo projeto, a unidade de Boca da Barra passa a oferecer atendimento em turno diferenciado, de 16h às 20h, adequado à realidade da atividade.

Além disso, o projeto visa a valorização do pescador, proporcionando saúde e qualidade de vida, por meio da medicina curativa e preventiva. A iniciativa também tem um caráter de resgate histórico. “O projeto resgata e valoriza os pescadores, que são os fundadores da nossa cidade”, diz Ana Cristina Guerrieri, secretária de Saúde.

SAÚDE DO PESCADOR – O projeto inclui o cadastramento dos pescadores, consultas de saúde, acompanhamento de exames e vacinação. Esses trabalhadores terão à disposição atendimento de enfermagem, clínica-geral, dermatologia, odontologia, nutrição e fisioterapia.

VIGILÂNCIA EM SAÚDE – O lançamento do projeto acontece na semana em que se comemora o Dia do Pescador, 29 de junho. Nessa semana ainda está prevista uma roda de conversa entre servidores do Departamento de Saúde do Trabalhador e os pescadores sobre cuidados de saúde e segurança do pescador em seu ofício.
Até a sexta-feira, as equipes da Vigilância vão percorrer as peixarias e fábricas de gelo, em uma ação educativa para informar os proprietários e profissionais desses locais sobre condições sanitárias adequadas de armazenamento e manuseio do pescado, e sobre a saúde e segurança dos trabalhadores deste setor.

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.