Rio das Ostras lança cadastro de Pessoas com Deficiência

Rio das Ostras lança cadastro de Pessoas com Deficiência

Informações vão servir de base para o desenvolvimento de políticas públicas para esse público

Rio das Ostras lançou o Cadastro da Pessoa com Deficiência (PcD) na sexta, dia 16. A cerimônia aconteceu na Câmara Municipal e contou com a presença de autoridades, representantes da sociedade civil e PcDs. A presidente do Conselho Municipal do Direto da Pessoa com Deficiência (Comdef), Jeane Félix, apresentou o Plano de Ação do Conselho de 2022 e os avanços já alcançados.  Também foi mostrado como o cadastro irá funcionar e quais questões estão disponíveis para respostas.

Com o cadastro, será possível mapear os perfis dos PcDs de Rio das Ostras para fomento e melhorias de políticas públicas voltadas para este público. Ao final da apresentação, os participantes puderam tirar suas dúvidas sobre como irá funcionar o cadastro e seus desdobramentos.

“É um movimento que vai avançar nas questões das Pessoas com Deficiência. Ter o Comdef perto da gente é fundamental para articular políticas públicas eficientes. Os conselhos são braços e olhares que possibilitam entender melhor esta comunidade”, disse Eliara Fialho, secretária de Assistência Social de Rio das Ostras.

Com a base de dados será possível planejar ações e propor políticas públicas mais efetivas para a garantia dos direitos da pessoa com deficiência no Município. Os interessados podem responder o questionário por meio do link https://forms.gle/XRZEqcKuATwcQmKn8 .

Entre as perguntas estão: grau de escolaridade, tipo de deficiência, se possui laudo médico, se trabalha, faixa de renda, se pratica esporte, se obteve a carteira de identidade diferenciada, entre outros.

Para a presidente do Comdef, a ação vai trazer grandes avanços. “Estou muito emocionada de estar aqui hoje porque são muitas pessoas envolvidas que se doam para que tudo aconteça da melhor forma possível”, disse, antes de apresentar o Plano de Ação do Conselho de 2022.

“Nossos irmãos deficientes precisam estar em nossa sociedade. O direito é fundamentalmente importante. Só a sociedade pode dar este apoio”, disse Angel Morote, vice-presidente do Comdef, durante a cerimônia de abertura.

Estavam presentes os vereadores Maurício Braga Mesquita, Uderlan Hespanhol,  Sidney Mattos, João Francisco Araújo e Rogério Silva.

APOIO – Quem tiver dificuldade de acesso à internet poderá comparecer na sala dos conselhos, no Centro de Cidadania, no Âncora, ou em uma das unidades do Centro Municipal de Inclusão Digital, onde receberão apoio. Todos os dados pessoais serão mantidos em sigilo.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.