Rio das Ostras é pioneira em artesanato com fibra de bananeira

Peças artesanais confeccionadas com o material são muito valorizadas no mercado

 

Os artesãos de Rio das Ostras conferiram ao município o pioneirismo no artesanato de utilitários com fibra de bananeira no Estado do Rio de Janeiro. A Associação de Artesãos de Rio das Ostras (Jubarte), com parceria da Prefeitura, produz artigos com fibra de bananeira, utilizando matéria-prima vinda da zona rural do município.

No Brasil, o artesanato com este material ainda é pouco conhecido e desenvolvido apenas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.
 

– O artesanato é maneira de explorar o potencial criativo dos moradores de Rio das Ostras, permitindo uma alternativa de geração de renda para suas famílias – diz a secretária de Bem-Estar Social, Márcia Almeida.

 

Atualmente, as peças utilitárias – bandejas, pratos e travessas – e as decorativas, como bonecas e abajur, são vendidas na sede da Jubarte e em feiras de artesanato.

 

As peças feitas com a fibra são muito valorizadas no mercado de artesanato. "A nossa produção ainda é pequena, mas queremos produzir em grande escala para fazer destes produtos o carro chefe da geração de renda para a associação", diz a diretora de Comunicação da Jubarte, Margareth Azevedo da Silva.

Os artesãos aprenderam a técnica na oficina Arte em Fibra, realizada em Cantagalo no início de 2006, por meio de uma parceria entre os governos federal, municipal e a associação. As 25 pessoas que participaram do curso se tornaram multiplicadoras das técnicas para os artesãos associados à Jubarte.

A sede da Jubarte fica na Avenida Governador Roberto Silveira, 137-A, em Costazul (próximo à Pousada Quari Quara) e funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. O telefone da associação é (22) 2760-6947.

 

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.