Rio das Ostras intensifica diagnóstico de doenças cardíacas

Mais unidades passam a realizar o eletrocardiograma, em equipamentos de última geração

Segundo dados do Ministério da Saúde, as doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte no Brasil. Atenta a essa realidade, a Secretaria de Saúde de Rio das Ostras está ampliando o acesso ao exame de eletrocardiograma, fundamental para o diagnóstico das cardiopatias, como arritmia e  infarto. A Prefeitura promoveu um curso de qualificação do corpo técnico e agora passa a oferecer o exame em cinco unidades básicas de saúde, além do Pronto-Socorro e do Hospital Municipal.
         Sérgio Manhães, secretário de Saúde do município, diz que a descentralização dos serviços e o investimento tecnológico fazem parte das ações de melhoria da rede municipal. “Estamos colocando à disposição da população aparelhos mais modernos, facilitando o acesso da comunidade ao exame e qualificando nosso corpo técnico, com o principal objetivo de melhorar as condições de saúde das pessoas”, explicou o secretário.
         Segundo a coordenadora de enfermagem da Secretaria, Cristiane Grion, a qualificação vai possibilitar aos profissionais de enfermagem realizar o eletrocardiograma em suas unidades. O exame era oferecido exclusivamente no Centro de Saúde da Extensão do Bosque e, agora, passa a ser realizado também nos postos de Cidade Praiana, Rocha Leão, Praia Âncora, e Nova Cidade.
         “A Prefeitura está ampliando o acesso ao eletrocardiograma, exame essencial para o diagnóstico de doenças cardíacas e acompanhamento de saúde”, explica Cristiane Grion.
         MAIOR PRECISÃO – a Secretaria de Saúde adquiriu eletrocardiógrafos digitais. Os novos aparelhos propiciam resultados mais fidedignos e têm redução de interferências, comuns nos aparelhos tradicionais.
         Com a inovação tecnológica, os dados dos pacientes ficam armazenados em um sistema, o que minimiza a possibilidade de perda dessas informações. No cadastro estão, além do registro gráfico do comportamento do coração, informações como peso, altura, Índice de Massa Corporal (IMC), circunferência abdominal e pressão arterial – dados que possibilitam o cálculo do risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.
         PREVENÇÃO – O exame também é utilizado no controle e prevenção de doenças cardíacas. O aposentado Dinorah Costa, de 79 anos, participa do Programa de Saúde do Idoso e realiza periodicamente o eletrocardiograma. “É muito bom a Prefeitura investir em aparelhos mais modernos, é um progresso” opinou o morador do Praia Âncora. Ele faz questão de destacar que é muito bem tratado pela equipe do posto de saúde local. “Além de um atendimento de qualidade, somos recebidos com muito carinho”, completou.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.