Rio das Ostras aprova criação de Centro de Atendimento a Dependentes Químicos

Aprovação pelo Conselho Municipal de Saúde é essencial para concretização do projeto, prioridade do prefeito Carlos Augusto

 

Uma das prioridades da atual administração de Rio das Ostras começa a virar realidade. Foi aprovada em reunião do Conselho Municipal de Saúde, esta semana, a criação do Caps AD – Centro de Atendimento Psicossocial para tratamento de pacientes com transtornos decorrentes do uso de álcool e outras drogas.

"Esse é um problema muito atual. Precisamos proteger nossas famílias e nossa cidade da dependência de drogas, mal que se alastra pelo mundo. A criação do Caps AD será a realização de uma prioridade de governo", diz o prefeito Carlos Augusto.

Segundo projeto apresentado pela coordenadora do Programa Municipal de Saúde Mental, Geysa Müller, 10% das populações de centros urbanos em todo o mundo consomem abusivamente substâncias psicoativas.

Em Rio das Ostras, os casos de abusos de uso de álcool e drogas passaram do terceiro lugar, em 2006, para a primeira causa de internações psiquiátricas no Pronto-Socorro no ano passado.

"O crescimento populacional traz o aumento de várias demandas de saúde. É, portanto, um problema que temos que enfrentar. E o Caps AD é um serviço de saúde mental que cuida do paciente sem afastá-lo da comunidade e da família", afirma a coordenadora Geysa Muller.

A implantação do Centro é uma demanda da população riostrense e foi aprovada no III Fórum de Saúde Mental e Reabilitação e na VII Conferência Municipal de Saúde.

Caps AD – Assim como os outros Centros de Atenção Psicossocial, o específico para usuários de álcool e drogas oferece um atendimento integral e humanizado. O Caps AD atenderá diariamente aos pacientes, com atividades individuais, em grupos, envolvendo a comunidade, além de oficinas terapêuticas, visitas domiciliares e atendimento às famílias.

O Centro conta com psiquiatra, enfermeiro, clínico geral, psicólogos, assistentes sociais, terapeuta ocupacional, técnicos de enfermagem e administrativos.

Com a implantação do Caps AD, Rio das Ostras passa a receber recursos do Ministério da Saúde, o que permite ao município economizar verba para investimentos em novos projetos e ações.

FONTE: SECCOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.