Projeto Ostrinha 2008 em Rio das Ostras é ampliado

Sucesso leva ao aumento em 35 vagas do projeto, que acontece nas praias e leva lazer e cidadania a crianças e jovens no período de férias

A edição 2008 do Projeto Ostrinha ganhou 35 novas vagas. A novidade foi anunciada na solenidade de abertura, nesta quinta-feira, dia 3, na Praia do Bosque. Agora serão 465 participantes beneficiados com a iniciativa, que leva lazer e cidadania a crianças e jovens no período de férias e é desenvolvida em três praias da cidade.

O evento contou com a presença do prefeito Carlos Augusto, do vice-prefeito, Ronaldo Fróes, do comandante do 9º Grupamento de Bombeiro Militar, coronel Renato Caldas Faria, secretários municipais e comunidade em geral.

De acordo com o prefeito Carlos Augusto, o projeto é muito importante porque promove a integração de toda a família. "Com a inclusão da categoria Sereias e Lobos do Mar, estamos dando a oportunidade dos pais dos alunos também participarem do projeto. Gostaria também de agradecer ao 9º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Macaé pela parceria", destacou.

O secretário de Esporte e Lazer, Alberto Lemos, ressaltou o objetivo da iniciativa. "A nossa intenção é proporcionar aos participantes, principalmente aos jovens que estão de férias escolares, momentos de educação, lazer e cidadania, com profissionais altamente qualificados".

O Projeto terá quatro horas de atividades diárias, de 8h às 12h, e as turmas serão divididas em quatro categorias de acordo com a idade. A categoria Golfinhos reúne 181 crianças, de 7 a 10 anos, na Praia do Bosque. O grupo Moby Dick, de 11 a 13 anos, ficará na Praia do Centro, com 150 pessoas. Com 64 integrantes, a Tubarão fica na Praia da Boca da Barra e é destinada a jovens entre 14 e 17 anos.

As mães e pais dos alunos do Ostrinha participam nas categorias Sereias e Lobo do Mar, com atividades diferenciadas, também na Praia do Centro. Para essa categoria foram disponibilizadas 70 vagas.

Dentre as atividades realizadas no projeto estão aulas de corrente marinha, onde os alunos tomam conhecimento sobre a importância de saber a direção, condições do mar e comportamento na areia; aulas sobre valas e valões, conhecimentos marinhos, disciplina ambiental, aulas de natação, abordagem, reboque de afogado, primeiros socorros, grau de afogamento, noções de costões rochosos, salvamentos, recreação, civismo e ordem unida.

O Projeto vai até o dia 24 de janeiro e, para receber o certificado, o participante tem que ter uma freqüência mínima de 14 aulas, que serão ministradas de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h.

 

fonte: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.