Prefeitura retoma limpeza do Canal Medeiros

A ação será monitorada pela Polícia Florestal

A Prefeitura de Rio das Ostras retomou esta semana o trabalho de limpeza do Canal Medeiros para a retirada das gigogas (vegetação flutuante), que impedem o escoamento das águas no local. A ação, que visa evitar alagamentos nas áreas próximas ao canal, será acompanhada pela 2ª Companhia do Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente.

Na terça-feira, dia 5, o prefeito Carlos Augusto, o secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Max José de Almeida e o subsecretário de Serviços Públicos da Secretaria de Urbanismo, Obras e Serviços Públicos, Nilton Teixeira, se reuniram com a comandante do 2º Batalhão da Polícia Florestal, a Tenente Rosa, para discutir o assunto. Na reunião, o prefeito esclareceu à comandante que a ação prevê apenas a retirada da vegetação, o que se faz necessário para desobstruir o canal em função das fortes chuvas do período. “Temos grande preocupação com a preservação do meio ambiente, por isso esta será uma ação que será feita com extremo cuidado para que não haja nenhum desequilíbrio ambiental”, destacou o prefeito.

Segundo a comandante Rosa, o licenciamento para esse tipo de operação deve ser concedido pela Serla, no entanto, em situações de emergências e que não ofereçam riscos ao meio ambiente, que é o caso do que está sendo feito em Rio das Ostras, a Polícia Florestal pode acompanhar a realização dos trabalhos. “Ações emergenciais devem ser tratadas como prioridade e, em função das chuvas fortes que têm caído nas últimas semanas, provocando o alagamento de várias áreas no município, não podemos adiar esse trabalho”, comentou a comandante.

De acordo com a Secretaria de Urbanismo, Obras e Serviços Públicos da Prefeitura de Rio das Ostras, a limpeza será realizada nos trechos do canal próximo à Rodovia Serramar e no Âncora. A previsão é que o trabalho seja finalizado em cinco dias.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.