Prefeitura e Cedae investigam causas da perfuração de adutora de água na cidade

A Prefeitura de Rio das Ostras e a Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos) estão investigando as causas da perfuração da adutora de água responsável pelo abastecimento da cidade.

O problema, que ocasionou a falta d’agua em vários pontos do município, foi detectado pela Prefeitura no sábado, dia 15, que imediatamente iniciou uma operação para resolve-lo.

Segundo o diretor superintendente da Cedae, Marcus Túlio Abreu Aguiar, a perfuração será avaliada por uma equipe técnica do órgão para que seja descoberta a sua natureza. “A tubulação apresenta um furo e não uma ruptura. Isso é um problema que nos preocupa, já que, a princípio, não nos parece um vazamento natural”, explicou o superintendente.

De acordo com o subsecretário de Serviços Urbanos da Secretaria de Urbanismo, Obras e Serviços Urbanos, Nilton Teixeira, a tubulação estava a dois metros de profundidade do solo em uma área do bairro Jardim Campomar onde não havia nenhum tipo de tráfego. “Era um material novo, com duzentos anos de vida útil, é muito difícil um tubo desses se romper sozinho”, avaliou o subsecretário.

RECUPERAÇÃO – Segundo Nilton, uma equipe de 15 homens da Secretaria de Ostras trabalhou em ritmo intenso desde o último sábado para sanar o vazamento da adutora. O local, que chegou a ficar cerca de 1,5 metro debaixo d’água, teve que ser todo aterrado com mais de 2.000 m³ de material para que a equipe pudesse chegar até a tubulação. “Tivemos que fazer uma via de acesso para que pudéssemos chegar até ao local da adutora e assim, fazer a escavação”, comentou Nilton, destacando que a tubulação danificada já foi trocada e o abastecimento de água normalizado.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.