Prefeitura de Rio das Ostras remove famílias de área de preservação ambiental

A Prefeitura de Rio das Ostras realizou nesta semana a remoção de 36 famílias que moravam em uma área de preservação ambiental na Rua Samuel Vieira, em Costazul, para levá-las para o Conjunto Habitacional de Cidade Praiana.

Segundo o diretor do Departamento de Defesa Civil da Secretaria de Guarda e Trânsito, Werther de Albuquerque Lima, após a retirada de todas as famílias, as casas serão demolidas, já que estão na Área de Preservação Permanente do Rio das Ostras.

O trabalho de remoção e mudança das famílias foi realizado por uma equipe de 40 pessoas e 9 caminhões e foi uma ação conjunta do Departamento de Defesa Civil da Secretaria de Guarda e Trânsito e das secretarias de Bem-Estar Social, Meio Ambiente, Agricultura e Pesca e Urbanismo, Obras e Serviços Públicos.

O Conjunto Habitacional de Cidade Praiana tem 60 casas e será inaugurado na sexta-feira, dia 7, como parte das comemorações do aniversário de 14 anos de emancipação político-administrativa de Rio das Ostras, completados no dia 10 de abril. Além de beneficiar os moradores da Rua Samuel Vieira, as residências do Conjunto Habitacional também serão destinadas a pessoas que ficaram desabrigadas pelas chuvas.

As pessoas que ganharam casas no Conjunto Habitacional comemoram a mudança para um local com melhor infra-estrutura. “Eu estou achando ótimo porque nunca conseguiria comprar uma casa igual a que eu ganhei. O local também é muito bom e vai ser melhor para a saúde da minha família”, disse a cozinheira Natalina Santana, que há cinco anos morava na Rua Samuel Vieira.

Para a dona de casa Gleiciane Gomes Brás, que morava em Costazul há um ano, a mudança veio em boa hora. “Estou achando muito bom morar em um local melhor e em uma casa melhor que a que eu tinha”, disse ela.

O Conjunto Habitacional de Cidade Praiana foi construído através do Programa Habitar Brasil, com investimentos de R$ 500 mil dos governos federal e estadual e cerca de R$ 1 milhão da administração municipal. As casas têm 45 m2, com sala, banheiro, cozinha, dois quartos e acabamento completo (piso, emboço, pintura, etc). O local conta ainda com toda a infra-estrutura necessária, como esgoto, água tratada, iluminação e ruas calçadas.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.