Prefeitura amplia Programa Jovem Cidadão

A partir deste ano, 128 pessoas de 15 a 17 anos são atendidas pelo projeto

A Prefeitura de Rio das Ostras ampliou a partir deste ano o Programa Jovem Cidadão. Atualmente, 128 pessoas de 15 a 17 anos são atendidas pelo projeto, que foi iniciado no ano passado e prepara os jovens para o mercado de trabalho.
 
Nesta semana, os 100 novos integrantes participaram de um encontro com a equipe técnica do programa, na sede do Renascer da Terceira Idade.

– Os adolescentes puderam saber mais sobre o projeto e também participaram de dinâmicas de integração para se conhecerem – explicou a assistente social Rosimara Valadares de Oliveira.

A partir da próxima segunda-feira, dia 17, serão iniciadas as oficinas do Jovem Cidadão que, neste ano, tem como eixo principal Saúde e Cidadania. Os participantes são divididos em duas turmas de 50 alunos, uma no período da manhã e outra à tarde. Neste ano, além do apoio das secretarias municipais, também há parcerias com as empresas Odebrecht e CSE Mecânica e Instrumentação que irão oferecer oficinas profissionalizantes para os integrantes do programa.

– Acho que o projeto vai ser bom para me preparar para o mercado de trabalho e ainda vou conhecer outros jovens. Também vou ajudar minha família com a bolsa-auxílio – disse Kildare Júnior, de 16 anos.

Os participantes do projeto recebem uma bolsa-auxílio de meio salário mínimo e a equipe técnica do Jovem Cidadão também faz um acompanhamento das famílias dos beneficiados. Dos 50 jovens que entraram no programa no ano passado, 28 estão na fase da Vivência que é realizada nas secretarias de Turismo, Indústria e Comércio e de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca.O restante foi desligado do projeto ao completar 18 anos e cerca de 50% deles já estão inseridos no mercado de trabalho – disse a coordenadora do programa,Eliara Fialho. Os participantes do projeto recebem uma bolsa-auxílio de meio salário mínimo e a equipe técnica do Jovem Cidadão também faz um acompanhamento das famílias dos beneficiados.

Dos 50 jovens que entraram no programa no ano passado, 28 estão na fase da Vivência que é realizada nas secretarias de Turismo, Indústria e Comércio e de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca.

– O restante foi desligado do projeto ao completar 18 anos e cerca de 50% deles já estão inseridos no mercado de trabalho – disse a coordenadora do programa, Eliara Fialho.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.