Prefeito Sabino se reúne com presidente da Cedae para solucionar falta de água

Durante reunião, nesta terça, 7, ficou decidido aumento da carga do reservatório de Costazul e início de obras de adutoras no Âncora e Beira Rio

Buscando solução definitiva para o antigo problema de falta de água que aflige parte da população de Rio das Ostras, o prefeito Sabino se reuniu nesta terça-feira, 7, com o presidente da Cedae, Wagner Victer. No encontro, ficou definido que, ainda em fevereiro, o órgão estadual aumentará a carga do reservatório de Costazul e dará início às obras de duas novas adutoras: no Âncora, para abastecimento da localidade e áreas próximas, e no Beira Rio. Participaram da reunião o gerente Regional da Cedae, Fernando Arruda, e o coordenador da área de Rio das Ostras, Álvaro Andrades, além de engenheiros da companhia.
Sabino avaliou como positivo o resultado da reunião e espera que neste ano o antigo problema chegue ao fim. “O Município tem investido e trabalhado muito para melhorar a situação do abastecimento de água na cidade e apoiamos a Cedae ao máximo, para que a população não seja prejudicada. Durante a reunião, foram definidas melhorias como a ampliação do sistema de abastecimento e a conclusão das obras da nova adutora no morro São João”, completou o prefeito.
Na reunião, também ficou acertada a ampliação da adutora de Nova Cidade e a construção de duas novas, na Avenida Linda (Beira Rio), para abastecer o reservatório de Costazul – que distribui água para os bairros da região norte – e outra, na rodovia Amaral Peixoto, que servirá para abastecimento do Âncora e adjacências. As obras de construção das adutoras serão realizadas em parceria entre a Prefeitura e a Cedae. Na Avenida Linda, serão instalados 2,8 quilômetros de tubos, e no Âncora, a adutora terá 5,5 quilômetros.
“Essas são conquistas importantes para garantir pleno abastecimento a todos os moradores”, destacou Sabino.
A situação que atinge Rio das Ostras foi repassada pelo presidente da Cedae para o governador Sérgio Cabral e vice-governador, Luiz Fernando Pezão.
CONSUMO – O presidente da Cedae, Wagner Victer, destacou que com as altas temperaturas registradas no Estado, o consumo de água fica em média 30% maior no Verão, e em alguns pontos ou regiões, o aumento pode chegar a 200%. A Cedae diz ainda que o crescimento do consumo de água está relacionado não só ao calor, como também ao grande número de turistas. Segunda a companhia, as ocorrências de falta de água em alguns municípios se deve a diferentes motivos, como problemas na tubulação, ligações clandestinas etc.

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.