Prefeito Carlos Augusto priorizará distribuição de água no Orçamento de 2006

Com uma previsão orçamentária de R$ 420 milhões para 2006, o município de Rio das Ostras terá no próximo ano a distribuição de água encanada priorizada pelo prefeito Carlos Augusto. 

“Já beneficiamos mais de 10 mil pessoas com a água encanada em 2005 e no próximo ano temos como principal compromisso levar água ao resto do município”, comentou o prefeito, lembrando que a secretaria de Obras já deu início às obras de distribuição de água no Nova Cidade, onde serão beneficiados mais de 20 mil moradores.

Segundo o prefeito, o município continuará a investir muito em infra-estrutura no próximo ano, visto que o saneamento básico – água e esgoto – é a principal meta de seu governo até 2007, com a finalização da construção do Sistema de Esgotamento Sanitário, que resolverá definitivamente os problemas relacionados a esgoto no município. “Temos uma previsão orçamentária de R$ 170 milhões para a secretaria de Obras em 2006”, comentou Carlos Augusto, destacando que outras três escolas serão construídas no próximo ano para atender a crescente demanda da educação, além da ampliação de outras já existentes.

Segundo a secretária de Planenamento, Rosemarie Teixeira, o Orçamento de 2006 prevê o desenvolvimento de propostas que visam o crescimento econômico, a preservação do meio ambiente, a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida da população. Para isso, o orçamento prevê investimentos de R$ 57 milhões em saúde, R$ 60 milhões em educação e R$ 18 milhões na área social. “Queremos estruturar nossa cidade para atrair mais empresas e melhorar, assim, a nossa geração de emprego e renda e, conseqüentemente, a nossa receita.”, disse a secretária.

O prefeito também fez questão de enfatizar a responsabilidade que o município tem com relação aos seus investimentos. Ele lembrou dos índices publicados recentemente pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, que apontam Rio das Ostras como primeiro município do Estado que mais faz investimentos per capita. “Investimos no cidadão e no município para que em um futuro próximo nos tornemos um município auto-sustentável”, finalizou Carlos Augusto.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.