Fundição Escola de Artes e Ofícios cria peças de arte para o Festival de Jazz

A Fundição Escola de Artes e Ofícios, unidade da Fundação Rio das Ostras de Cultura, confeccionou peças de arte e utilitários em ferro e cerâmica para o Festival de Jazz & Blues da cidade.

São porta-CDs com formato de instrumentos e músicos em ferro e resina, louças com motivos musicais e uma banda de jazz completa, em tamanho natural, feita em vergalhões de ferro. Todas as peças foram criadas pelos integrantes do projeto monitor-aprendiz da Fundação de Cultura riostrense, sob a supervisão dos orientadores artísticos Roberto Sá e Clara Arthaud e dos instrutores Mônica Bonnecarrere e Daniel de Lima.

O projeto, cuja meta baseia-se na qualificação de mão-de-obra, geração de renda, inclusão social e auto-gestão financeira da Instituição, tem como público-alvo jovens acima de 18 anos e adultos.

As aulas, que tiveram início em abril deste ano, acontecem de segunda a sexta-feira, das 13 às 17 horas. Sendo um projeto-piloto, os alunos recebem um auxílio financeiro no valor de um salário mínimo vigente e ainda contam com o possível aproveitamento do grupo como monitores dos grupos posteriores. Desta forma a Fundição Escola estará apta a ter uma linha de produção de peças em metal e cerâmica.

Todas as peças confeccionadas para o Festival de Jazz estarão expostas para venda durante os dias do evento no espaço destinado à Fundação Rio das Ostras de Cultura no antigo camping de Costazul, na Rua Almirante Heleno Nunes, s/n.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.