Departamento de Proteção Ambiental de Rio das Ostras alerta sobre maus tratos a animais em extinção

O Departamento de Proteção Ambiental (Depa) da Secretaria de Guarda e Trânsito da Prefeitura de Rio das Ostras alerta sobre maus tratos a animais em extinção, como os golfinhos.

Na quarta-feira da semana passada, dia 2 de agosto, um golfinho morto foi encontrado encalhado na Praia de Costazul, próximo a Lagoa do Iriry. Os moradores chamaram os homens do Depa, que recolheram o animal e o encaminharam para o GEMM – Lagos (Grupo de Estudos de Mamíferos Marinhos da Região dos Lagos), em Búzios, para passar por uma necropsia.

O golfinho era uma fêmea de 1,9 metro, com cerca de 60 quilos. O animal, que também pode ser chamado de "boto-cinza" pela sua coloração cinzenta, com o dorso mais escuro e o ventre mais claro, tem o nome científico de Sotalia guianensis e é um mamífero da ordem cetácea, que inclui as baleias.

Segundo o diretor do Depa, Sargento Rangel, o golfinho tinha marcas de rede de malha e, provavelmente, deve ter morrido afogado por não ter conseguido escapar da rede. “Em Rio das Ostras, há um grupo residente de golfinhos de cerca de 20 indivíduos que se alimentam de peixes, crustáceos e lulas encontrados na região”, disse ele.

Rangel alerta que, por serem animais encontrados próximo das praias, os pescadores que colocam redes de pesca devem ficar atentos aos acidentes que podem causar, inclusive com a morte de animais. “Gostaríamos de conscientizar toda a população sobre a importância de preservar este e outros mamíferos que estão na Lista Oficial das Espécies da Fauna Brasileira Presumivelmente Ameaçadas de Extinção, divulgada pelo Ibama”, ressaltou o diretor do Depa.

Quem tiver alguma denúncia sobre maus tratos a animais ou ao meio ambiente pode entrar em contato com o Depa pelos telefones 1532 ou (22) 2760-6236.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.