Delegacia Legal em Rio das Ostras

Prefeito Carlos Augusto assina minuta de convênio para instalação de Delegacia Legal em Rio das Ostras

O prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto, assinou nesta sexta-feira, dia 21, uma minuta de convênio para a instalação de uma Delegacia Legal no município. 

O documento foi assinado durante uma reunião entre o prefeito e o subsecretário de Segurança Pública do Estado, César Campos, que também contou com a presença do vereador Edílson Gomes.

A vinda da Delegacia Legal para Rio das Ostras é uma reivindicação do prefeito ao Governo do Estado, que justificou a necessidade em função do grande crescimento do município e, conseqüentemente, do aumento da violência. “Mesmo a segurança não sendo uma obrigação da administração municipal, estamos atentos e cobrando dos órgãos competentes para que Rio das Ostras possa ser um lugar mais seguro para seus moradores e visitantes”, argumentou Carlos Augusto.

O próximo passo será a escolha do terreno que será cedido pela Prefeitura ao Estado para a construção da delegacia. A obra do prédio, que também ficará sob a responsabilidade do município, será iniciada tão logo seja concluída a licitação da obra. De acordo com o subsecretário, o processo de construção é rápido e o prédio deverá estar pronto até o final deste ano.

A Delegacia Legal virá a substituir a atual 128º DP, que terá seu prédio demolido e sua área cedida ao município. “O modelo de Delegacia Legal é muito mais eficiente que as delegacias convencionais, visto que todas elas estão ligadas por uma rede informatizada, o que permite que todas as unidades tenham acesso a todos os casos registrados, melhorando as investigações e a resolução dos casos”, justificou Campos.

Outra vantagem citada pelo subsecretário é o fato de que as Delegacias Legais não possuem carceragem (os presos são encaminhados para Casa de Custódia) e oferecem um ambiente mais agradável. Esses fatores, segundo ele, propiciam os registros de ocorrência, já que a população se sente mais à vontade para procurar a delegacia. “A população também é recebida por atendentes, que geralmente são estagiários ou profissionais de assistência social”, comentou César Campos, citando que até hoje já foram instaladas no Estado 89 unidades da Delegacia Legal.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.