Comunidade faz mutirão de limpeza de praias e consciência ambiental

Integrantes de programas da Prefeitura participam do Dia Mundial de Limpeza de Praias

Quase 25 quilos de lixo foram retirados das praias da Tartaruga, do Bosque e do Centro, no último sábado, dia 18. Integrantes do Centro Integrado de Convivência III, Neli Câmara, unidade da Secretaria de Bem-Estar Social, e do Núcleo de Educação Ambiental organizaram um grande mutirão de limpeza e de conscientização ambiental para marcar o Dia Mundial de Limpeza de Praias. Segundo os educadores, a quantidade de resíduos coletada demonstra que população e turistas precisam colaborar mais, uma vez que a Prefeitura realiza a limpeza diária de toda orla.  

            Os jovens integrantes do CIC, seus pais e professores receberam sacolas para a coleta seletiva de papéis, plásticos, metais e materiais orgânicos.

            O estudante Tomás Silva, de 12 anos, acha que quem suja é quem não se preocupa com o meio ambiente. “A praia é de todos nós. Ninguém gosta de tomar banho em água poluída e ficar na areia suja. Acho que cada um tem que fazer a sua parte”, disse.

            Ravini Lorayne, de 13 anos, acha que quem joga lixo nas praias não tem consciência dos danos que causa à natureza. Durante a ação, ela catou dezenas de latas de alumínio e parte de uma bicicleta jogada na areia. 

            “O envolvimento entre a instituição e a comunidade resulta em transformações efetivas de cidadania e valida um de nossos maiores objetivos: a integração com a família”, declarou a diretora do CIC III, Cleide Corrêa. Segundo ela, ao longo do ano, o CIC desenvolve uma série de atividades de educação ambiental, com as crianças e jovens integrantes dos projetos do Centro.

            EDUCAÇÃO AMBIENTAL – Nessa ação, o CIC contou com a participação do Núcleo de Educação Ambiental, uma parceria entre as secretarias de Educação e de Meio Ambiente. Os integrantes do Núcleo distribuíram material informativo à população e ajudaram na coleta do material descartado indevidamente nas praias.

            O montante recolhido foi pesado em balanças, separado por categorias. Os educadores explicaram aos jovens o tempo de decomposição de cada material na natureza e o prejuízo causado ao meio ambiente.

            “Essa quantidade de lixo mostra que o problema ainda é a necessidade de uma maior consciência ambiental das pessoas, porque a Prefeitura realiza a limpeza de todas as praias diariamente”, lembra a coordenadora do Núcleo de Educação Ambiental, Claudia Correa.

            

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.