Carlos Augusto cobra dívida de R$ 30 milhões à Cedae

Carlos Augusto cobra dívida de R$ 30 milhões à Cedae e pede retorno do abastecimento de água

Deputados da Alerj saem em defesa de Rio das Ostras para garantir qualidade no serviço de abastecimento de água da Cedae

O prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto, participou nesta terça-feira, dia 7, da
audiência pública promovida pela Comissão de Saneamento Ambiental da Assembléia
Legislativa do Estado, presidida pelo presidente da comissão, o deputado Domingos
Brazão.  O encontro teve como finalidade cobrar soluções imediatas da direção da Cedae
para as constantes falhas no abastecimento de água no município, que duram mais de 4
meses. Carlos Augusto também exigiu medidas rápidas e efetivas da companhia para
resolver o problema e o pagamento de uma dívida de cerca de R$30 milhões, relativa ao
convênio firmado entre a Prefeitura e a companhia em 2002.
“Esse pagamento deveria ter sido feito em 2004, o que não ocorreu. Isso levou o
município a notificar a companhia”, comentou o prefeito, explicando que para que o
município possa firmar uma nova parceria com a Cedae é necessário que a empresa quite
sua dívida anterior.
A reunião, que deveria contar com a presença do presidente da companhia, Wagner
Victer, teve a participação do diretor de interior da Cedae, Heleno Silva. A ausência
do presidente gerou reação de parlamentares e de outras autoridades presentes. “Essa
não é a primeira vez que o presidente a Cedae não comparece a uma audiência nesta
casa. Da próxima vez talvez tenhamos que fazer uma convocação e não um convite”,
salientou Domingos Brazão.
O parlamentar lamentou ainda o fato de uma cidade como Rio das Ostras, que segundo ele
tem grande representatividade econômica no estado, ser tratada com descaso pela
Cedae. “Isso é caso de polícia, é crime. Talvez fosse o caso de uma CPI e não de uma
audiência pública”, avaliou Brazão.
De acordo com o deputado, ele leu uma entrevista de Victer na qual o presidente da
Cedae apresenta um saldo positivo da companhia de cerca R$ 300 milhões em 2008. “Esse
valor deveria ser investido para garantir a qualidade no abastecimento de água em Rio
das Ostras. É um absurdo a Cedae ter dinheiro em caixa e estar faltando água para a
população”, enfatizou o parlamentar, dizendo que caso o problema de Rio das Ostras não
seja resolvido, a comissão poderá acionar o Ministério Público.
Os parlamentares Paulo Ramos e Renato de Jesus também saíram em defesa de Rio das
Ostras para que os serviços de abastecimento de água sejam oferecidos com qualidade
pela Cedae. “Estou acompanhando toda essa situação vivida nos últimos meses em Rio das
Ostras por conta da falta d’água e posso assegurar que a Alerj está disposta a
intervir pelo município”, comentou Renato de Jesus JUSTIFICATIVAS – Na audiência
pública, o representante da Cedae admitiu as falhas no abastecimento de água em Rio
das Ostras e garantiu que a companhia fará investimentos no sistema de cerca de R$ 40
milhões nos próximos quatro anos. “Nesse primeiro ano vamos investir R$ 10 milhões em
todo o sistema de abastecimento, o que garantirá, nos próximos quatro meses, que a
vazão de água passe de 280 para 400 litros por segundo”, assegurou Heleno Silva,
explicando que o restante será investido nos anos seguintes para ampliação da rede de
água e nas estações de captação e tratamento.
O diretor também destacou que as constantes quedas de energia na Estação de captação
de água e crescimento acelerado de Rio das Ostras foram fatores que dificultaram os
serviços de abastecimento de água na cidade. “A Cedae já protocolou, por diversas
vezes, reclamação junto à agência reguladora da Ampla e na própria agência”, comentou
Silva.
PARTICIPAÇÃO POPULAR – A audiência contou com grande participação de moradores de Rio
das Ostras, do vice-prefeito, Benedito Wilton de Morais, do presidente da Câmara
Municipal, Carlos Afonso, dos vereadores Alcemir Jóia, Robson Gomes, Alberto Moreira
Jorge, Alex Cabral, Alzenir Mello e Rosenildo Viana, além dos integrantes da comissão
de Saneamento Ambiental, os deputados Altineu Cortes e Jodenir Soares que foram
enfáticos na cobrança à Cedae pela melhoria dos serviços de abastecimento de água em
Rio das Ostras, entre outras autoridades.

FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.