Zona Especial de Negócios de Rio das Ostras tem melhor resultado dos últimos anos

 

Índices apontam aumento de oferta de empregos e arrecadação

 

Em um ano tão difícil para a economia do mundo, o Distrito Industrial Municipal Zona Especial de Negócios de Rio das Ostras (ZEN) fechou 2020 com saldo bastante positivo.

 

 

Comparado aos últimos anos, a ZEN registrou um aumento de mais de 23% na oferta de novas vagas de emprego e a arrecadação do ISSQN – Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza também teve cerca de 46% de crescimento.

 

 

Em um cenário em que tivemos a mais fraca recuperação de recessão já registrada no Brasil, o trabalho de revogação de concessões e retomada de áreas de empresas que não estão produzindo e não fizeram investimentos na ZEN, realizado desde o segundo semestre de 2017, resultou positivamente.

 

“Começamos a ‘arrumar a casa’ e atraímos novas empresas para ocupar áreas improdutivas. A ZEN voltou a funcionar dentro da filosofia da sua criação, para ser alavancadora da nossa economia com a geração de emprego e renda e uma receita que possa nos livrar da dependência dos royalties de petróleo”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Aurora Siqueira.

 

NÚMEROS – Até o final de 2020, duas novas empresas já estavam se instalando na ZEN. Com isso, só a arrecadação do ISSQN injetou mais de R$16,5 milhões na economia do Município de 2019 para 2020.

 

De 2019 para 2020 foram geradas mais de 710 novas vagas de emprego, e 35% delas foram ocupadas por moradores de Rio das Ostras.

 

A meta da Administração Pública é dobrar estes resultados em 2021. “Com as novas empresas e a ampliação de outras já instaladas, temos a meta de pelo menos dobrar a arrecadação este ano”, contou a subsecretária de Desenvolvimento Econômico, Lara Velho.

 

FONTE: ASCOMTI – PMRO.

 

NOVAS EMPRESAS – Já no começo de 2021, três empresas já estabelecidas na ZEN assinaram a ampliação de áreas e outras seis firmaram o Termo de Concessão de Direito Real de Uso para começar a funcionar em até 24 meses.

 

FONTE: ASCOMTI – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.