Secretaria de Bem-Estar de Rio das Ostras planeja mutirão para registro de nascimento tardio

Crianças sem certidão de nascimento terão facilidade para conseguir o documento

Dados do IBGE, baseados no Censo de 2010, apontam que Rio das Ostras tem 84 crianças de 1 a 10 anos de idade sem certidão de nascimento e a Secretaria de Bem-estar Social do Município busca a regularização desses casos. Segundo a secretária Rose Santos, é preciso confirmar esses casos e, em caso afirmativo, reverter esse quadro com a ajuda da população, que pode comunicar sobre crianças nesta situação nas unidades do CRAS – Centro de Referência de Assistência Social.
Dentro das ações, está previsto um mutirão, juntamente com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, para regularizar possíveis pendências. “É preciso que sejamos informados se alguma pessoa se enquadra nessa situação, uma vez que até adultos podem entrar nessas estatísticas do IBGE. Para sabermos de fato se esses números são reais, se são menores ou maiores, precisamos da ajuda da população”, disse Rose Santos, completando que é considerado registro de nascimento tardio aqueles que são feitos após um ano do nascimento.
A meta da Secretaria de Bem-Estar é que esses números estejam fechados até o dia 16 de novembro para que seja feita a proposta de mutirão para atendimento e regularização até o final deste ano, que está já sendo elaborada em parceria com o Conselho Tutelar e as Secretarias de Educação e Saúde do Município. “Com a realização de uma ação coordenada pelo Governo do Estado, a retirada da certidão é feita na hora”, completou a secretária.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.