Sabino participa de solenidade de início da duplicação da BR-101

Começam nesta quinta-feira, 25 de abril, as obras de duplicação da rodovia BR-101 no trecho entre Casimiro de Abreu e Rio Bonito.

Nesse dia, o prefeito de Rio das Ostras, Sabino, estará presente à solenidade que marca o início do trabalho de construção, ao lado do Ministro dos Transportes, Cesar Borges, do vice-governador Luiz Fernando Pezão, do secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, e de autoridades da região. O secretário de Transportes Públicos de Rio das Ostras, Edson Pereira, também estará presente. O evento acontece às 11h, no pedágio da localidade de Boa Esperança (Km 194), em Casimiro de Abreu.

Sabino foi um dos gestores que mais trabalharam pela conquista dos licenciamentos ambientais necessários à execução da obra, desde o seu mandato como deputado estadual.

“A duplicação da BR-101 entre Rio Bonito e Casimiro de Abreu é uma importante conquista que beneficiará toda a região. A melhoria no trecho era uma antiga reivindicação tanto da população quanto minha, ainda como deputado estadual. A duplicação traz mais segurança aos moradores e visitantes de Rio das Ostras, reduzindo o risco de acidentes. Além disso, impulsiona a economia local, movimentando o turismo e viabilizando o tráfego de equipamentos da indústria do petróleo e dos trabalhadores do setor”, disse o prefeito Sabino.

O empenho do prefeito Sabino em acelerar a obra de duplicação se baseia no alto índice de acidentes com mortes nesse trecho. Neste ano já foram registradas pelo menos 30 mortes nessa área da rodovia. Em 2012 foram 52 e em 2011, 36 pessoas morreram em acidentes no trecho.

OBRA – A duplicação já obteve licenças de instalação emitidas pelo Ibama e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A obra a ser realizada pela Autopista Fluminense compreende o trecho entre o km 190,3 (Casimiro de Abreu) e o km 261,2 (Rio Bonito) da BR-101 RJ/Norte, com extensão total de 70,9 quilômetros. Serão construídas mais duas faixas de rolamento, acostamentos, viadutos e pontes.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.