Rio das Ostras traça plano de contingência de desastres

Cidade planeja ações em casos de desastres naturais a partir do levantamento dos riscos que há no município

A Coordenadoria de Defesa Civil de Rio das Ostras realizou, na terça-feira, dia 27, uma reunião com representantes das secretarias municipais para dar início à elaboração do plano de contingência de desastres no município. O documento define as ações a serem tomadas pelos órgãos públicos diante da necessidade de atuação emergencial, em caso de tragédias naturais.

De acordo com o coordenador de Defesa Civil, Eric Alves, a elaboração do plano se dá com base no levantamento dos cenários de riscos apresentados pela cidade, e das ações que os órgãos municipais devem tomar para redução dos riscos. Segundo ele, a participação de representantes de cada secretaria é essencial para esse planejamento.

“Temos que definir responsáveis em cada secretaria, conhecer o potencial de atuação de cada um no caso de necessidade, além de ter um contato para acionamento imediato”, diz ele, ressaltando que entre as atribuições, o plano prevê o monitoramento do clima e do nível dos rios.

Ainda de acordo com o coordenador, o plano de contingência busca atender a lei 12.608 sancionada em 2012 que Institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil e autoriza a criação de sistema de informações e monitoramento de desastres.

Uma nova reunião com servidores representantes de cada secretaria será realizada no próximo dia 10 de setembro.

Plano de Contingência – É o documento que registra o planejamento elaborado a partir do estudo de um ou mais cenários de risco de desastre e estabelece os procedimentos para ações de alerta e alarme, resposta ao evento adverso, socorro e auxílio às pessoas, reabilitação dos cenários e redução dos danos e prejuízos.

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.