Rio das Ostras propõe convênio à Petrobras para receber impostos das prestadoras de serviço

Rio das Ostras propõe convênio à Petrobras para receber impostos das prestadoras de serviço da estatal

Prefeito Carlos Augusto apresentou proposta  ao diretor da empresa nesta quinta-feira, dia 21

O prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto, entregou nesta quinta-feira, dia 21, ao gerente geral da Unidade de Negócios da Bacia de Campos, Carlos Eugênio da Resurreição, uma proposta de convênio entre o município e a Petrobras.

No documento, o prefeito solicita o repasse dos impostos das empresas que prestam serviços à estatal situadas em Rio das Ostras, atualmente direcionados a Macaé. A proposta foi feita durante a apresentação do Centro de Controle Operacional da Petrobras, implantado para monitorar as operações das plataformas da Bacia de Campos.

– Atualmente os impostos das empresas da região que prestam serviços a Petrobras são destinados exclusivamente a Macaé. Nossa solicitação é que os recursos arrecadados com as nossas empresas fiquem em Rio das Ostras – comentou Carlos Augusto, explicando que esses recursos representarão um
grande ganho para o município no futuro, visto que são oriundos de receita própria.

O gerente geral da Unidade da Bacia de Campos disse que a solicitação de Rio das Ostras será avaliada por uma equipe técnica da Petrobras. “Precisamos estudar os impactos que essa mudança irá causar”, comentou Carlos Eugênio.

CENTRO DE CONTROLE – A solenidade de apresentação do Centro de Controle Operacional das plataformas da Bacia de Campos reuniu autoridades de toda a região, entre elas, o prefeito de Macaé, Riverton Mussi, o vice-prefeito de Rio das Ostras, Ronaldo Fróes, o presidente da Câmara, Carlos Afonso, a secretária de Ciência e Tecnologia, Kátia Brandão, subsecretário de Turismo, Indústria e Comércio, Roger Vilela, entre outras.

A unidade é mais uma das inovações tecnológicas da Petrobras para garantir e aumentar a produção na Bacia de Campos.

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.