Rio das Ostras já direcionou quase 70 mil pneus para reciclagem

Coleta desse material acontece desde 2006. Município foi pioneiro na região

Nesta semana, mais 8 mil pneus coletados em Rio das Ostras foram encaminhados para reciclagem, livrando o meio ambiente desse material. O que garante essa destinação segura é uma parceira, firmada em 2006, entre a Prefeitura e a Anip – Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos. Com a iniciativa, quase 70 mil pneus já foram direcionados para reciclagem, para utilização em revestimento de estradas, ruas e fabricação de artefatos de borrachas e concreto.

A ação da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca foi pioneira na região e veio solucionar um sério problema ambiental: o descarte de pneus em locais indevidos, como margens de rodovias e rios. Além da preservação do meio ambiente, o trabalho é realizado pela Anip sem qualquer custo para o município.

         Os pneus descartados são recolhidos todos os sábados pelas equipes da Prefeitura em estabelecimentos como revendas, borracheiros e sucateiros. A Secretaria de Meio Ambiente mantém um cadastro atualizado desses locais. Esse material é encaminhado para uma área coberta no Aterro Sanitário, evitando o acúmulo de água das chuvas nos pneus.

            O montante de pneus recolhido na cidade é levado por carretas e enviado a empresas que farão a reciclagem do produto e reutilização para outros fins. Para serem reaproveitados, os pneus são triturados e em seguida, moídos em pequenos grãos. Quando são radiais, o aço e a borracha são separados por meio magnético.

         O secretário de Meio Ambiente, Ivan Noé, relaciona essa ação ao baixo índice de infestação de mosquito da dengue no município. Ele também inclui a coleta de pneus em um projeto maior de reciclagem no município.

"Estamos dando destino seguro aos resíduos em Rio das Ostras, desde o lixo domiciliar, com a coleta seletiva solidária, até galhadas, pneus e, em breve, entulhos", diz Ivan. 

  FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.