Rio das Ostras amplia sistema inovador de monitoramento da dengue

Tecnologia estava em teste em Nova Esperança e agora atende a mais seis localidades
O novo Sistema de Monitoramento Inteligente da Dengue, em teste pela Prefeitura de Rio
das Ostras desde o final do ano passado, foi estendido a mais seis localidades do
município. O município já comprovou a eficiência da tecnologia, desenvolvida pela
Secretaria de Saúde em parceria com uma empresa de software. Operado via celular e
satélite, o sistema possibilita o envio de informações em tempo real, permitindo ao
poder público manter ações rápidas e precisas no combate aos focos do Aedes aegypti.
Nova Esperança foi escolhida como a localidade de teste da tecnologia. Agora, o sistema
está em uso também em Peroba, Parque São Jorge, Boca da Barra, Camping do Bosque e
Village Sol e Mar.
As equipes da Vigilância Sanitária foram qualificadas para utilizar o sistema. O
funcionamento é simples e vai substituir as atuais planilhas de papel, utilizadas em
todo o País, permitindo a coleta, por celular, dos dados dos imóveis visitados. Durante
as visitas regulares, as informações coletadas pelo servidor da Vigilância são enviadas,
por celular com o Sistema de Posicionamento Global – GPS, ao programa, contribuindo para
formar o mapa da dengue no município.
Mapeamento – Com os dados enviados, o mapa permite visualizar quais e quantos agentes
estão em campo e aponta os locais onde foram realizadas as inspeções aos imóveis e onde
foram encontrados os focos. O sistema também emite relatórios periódicos com registro
das inspeções às residências e discrimina as espécies de mosquito coletadas.
Desenvolvido em parceria com a empresa Ecovec, de Belo Horizonte, o software é oferecido
gratuitamente ao município, já que se trata de uma versão em teste. Além dessa vantagem,
o programa está sendo construído de acordo com a demanda e a realidade de Rio das Ostras.
       Vantagens – A informatização torna a coleta de dados mais confiável. Também dinamiza as
ações de combate à doença, uma vez que oferece, instantaneamente, o mapeamento total da
situação da doença no município. O software permite ainda a inclusão de outros tipos de
dados, que servirão de base para o trabalho da Prefeitura.
       Em breve, os dados estarão disponíveis, na Internet, para qualquer cidadão. O morador
poderá saber o índice de infestação no seu bairro e os números em toda a cidade.

FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.