Área de lazer será construída no antigo Lixão Municipal

A Prefeitura de Rio das Ostras deve iniciar no primeiro semestre de 2006 a construção de uma área de lazer no local onde funcionava o antigo Lixão Municipal, no Loteamento Praia Âncora, que foi desativado e passou por uma recuperação ambiental.

O local será utilizado para a implantação de uma área de lazer, com campos, parques e outros equipamentos. Na área, não pode ser construída uma obra de grande porte pelos próximos 40 ou 50 anos, até que o lixo que foi aterrado se decomponha totalmente e o terreno se estabilize.

O antigo Lixão Municipal foi desativado em abril de 2004, quando foi inaugurado o Aterro Sanitário Municipal, na Vila Verde, que hoje recebe 60 toneladas de lixo por dia. As obras de recuperação ambiental do local do antigo Lixão Municipal foram iniciadas após sua desativação e foram concluídas no início deste ano.

O antigo Lixão Municipal funcionou por cerca de 10 anos e na época de sua desativação recebia cerca de 45 toneladas de lixo por dia. Após a desativação, todo o lixo que estava no local foi aterrado e foram instalados dois filtros para a captação de chorume, além de oito brocas de drenagem do gás metano, produzido com a decomposição do lixo. A área, de 28 mil metros quadrados, foi gramada e cercada.

Também foram instalados na área do antigo Lixão Municipal, quatro postos de monitoramento do lençol freático que passa pelo local, para que possa ser verificado quando a água daquele lençol vai estar totalmente descontaminada.

Para o município, a desativação do Lixão Municipal e a implantação do Aterro Sanitário trouxe vantagens ambientais. Com o Aterro, o lixo é tratado de maneira mais adequada, já que o local onde o lixo é depositado é coberto com uma manta que evita a contaminação do solo. No local, também há um controle dos resíduos que são depositados e são utilizados ainda os gel bags, para o tratamento do chorume produzido pelo lixo e para os resíduos depositados pelos caminhões limpa fossa no Aterro Sanitário.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.