Prefeitura se une à comunidade em ações de reflorestamento

Área de Igreja Metodista em Rocha Leão recebeu mais de 3 mil e 500 mudas da administração municipal

A Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Rio das Ostras desenvolve ações de reflorestamento com apoio da comunidade. Em Rocha Leão, a Prefeitura cedeu mais de 3 mil e 500 mudas de plantas nativas e oferece orientação técnica para o replantio de uma área da Igreja Metodista. A Secretaria de Meio Ambiente recebe as mudas como compensação pelo impacto das construções de imóveis no município, utilizando-as para recuperar áreas verdes da cidade.

 O pastor Rogério Oliveira, administrador do acampamento da Igreja Metodista em Rocha Leão, procurou a Prefeitura para rearborizar os 13 hectares da propriedade, antes ocupada por pasto. As mudas são de mais de vinte espécies da região, como Ipê, Aroeira, Pitanga, entre outras.

"Queremos replantar essa área, contribuir para diminuir a população e recuperar as nascentes", explica o religioso, que há um ano e meio administra o local.

Desde julho de 2007, os técnicos da Prefeitura dão as mudas e orientam quanto ao plantio e cuidados com as árvores. Os integrantes da igreja se mobilizam para ajudar na plantação e manutenção das mudas. O sítio fica em uma área importante para a região e abriga nascentes que contribuem para o rio Purgatório, integrante da Bacia do rio Macaé.

Em visita ao local na semana passada, os conselheiros municipais de meio ambiente elogiaram a iniciativa da entidade.

"O reflorestamento traz benefícios incalculáveis para toda a região, recuperando corredores biológicos, a fauna local e as vertentes de água", diz o presidente do Movimento Ecológico de Rio das Ostras – Mero, Rovani Dantas. "Foi muito importante a concretização, pelo município, da contrapartida dos construtores. Construções devastam e precisamos plantar novas árvores", completa o ambientalista.


FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.