Prefeitura faz ação de controle de roedores em Rocha Leão

Secretaria de Saúde está reformulando o serviço, que vai priorizar as áreas de risco

A Secretaria de Saúde de Rio das Ostras está reformulando o serviço de controle de roedores, como parte do trabalho da Vigilância em Saúde. O Município agora passa a mapear e atuar nas áreas de risco de maior incidência desses animais e não mais em casos isolados. Nesta quarta, dia 2, as equipes começam os trabalhos em Rocha Leão, onde permanecem até dia 4.

Servidores da Vigilância, guardas e fiscais sanitários, além da equipe de educação em saúde, irão vistoriar todos os imóveis, identificando ambientes propícios à instalação de roedores, como os que contêm água e alimento e possam servir de abrigo para esses animais. Os profissionais vão orientar a população quanto à limpeza dos locais para evitar os ratos.

Segundo a Subsecretária de Vigilância em Saúde e Saneamento, Adriana Moutinho, Rocha Leão foi escolhida como a primeira beneficiada, por ser uma localidade menor e mais delimitada. “Assim poderemos fazer uma avaliação e correção da estratégia, antes de passarmos para áreas mais complexas”, explica a subsecretária.

Pelo levantamento da Secretaria, além de Rocha Leão, foram identificadas, inicialmente, mais duas áreas de maior risco: Cidade Praiana e Âncora , que serão tratadas como prioritárias.

DOENÇAS – O rato transmite direta ou indiretamente várias doenças ao homem, por isso, a importância da prevenção. As mais comuns são Leptospirose, peste e as hantaviroses.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.