Prefeitura de Rio das Ostras atua para resolver problemas de engarrafamentos

Equipes do Município estão desde segunda, 17, trabalhando em conjunto com a Polícia Rodoviária Estadual

A melhoria do trânsito na Rodovia Amaral Peixoto é uma das principais reivindicações dos moradores de Rio das Ostras, que sofrem com os engarrafamentos desde o Município até Macaé. Com esse objetivo, a Prefeitura tem promovido, desde segunda, 17, operações na RJ 106, no período de 6h às 10h. O prefeito Sabino participou das primeiras ações de ordenamento do trânsito, que contam com a atuação das secretarias de Segurança Pública e Transportes, além do apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária do Estado – BPRv e do Departamento de Estradas de Rodagem – DER-RJ. A operação continuará até a construção da ponte no limite entre as duas cidades, mais ampla do que o acesso atual, que deve melhorar o tráfego.

Na quarta e nesta quinta-feira, terceiro e quarto dias de ações, o resultado da fluidez do trânsito foi definido como satisfatório pelos técnicos. O tempo de congestionamento passou de 3 horas, na terça-feira, para 30 minutos, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública. Por volta de 8h30, o fluxo de trânsito era normal.
“Este resultado é fruto do trabalho integrado das equipes que estão aqui. Vemos no rosto de cada um a satisfação de resolver um problema, sabendo que essa ação faz a diferença na vida de muita gente”, disse o prefeito Sabino, agradecendo aos profissionais que participaram da operação.
Matheus Fiuza mora no Centro de Rio das Ostras e trabalha na Zona Especial de Negócios – ZEN. Todos os dias ele gasta cerca de 1h30 de casa ao trabalho e ficou surpreso com a rapidez com que chegou nesta quarta. “Cheguei aqui (na ZEN) em 20 minutos. Parecia que era o trânsito da noite. É a primeira vez que vejo uma ação para tentar resolver o problema do trânsito. Trabalho aqui há cinco anos e já era tempo de se fazer alguma coisa”, disse Matheus.
A Secretaria de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana coletou dados a fim de realizar estudos de impacto do trânsito. “Após as ações, as equipes se reúnem para analisar os resultados e discutir soluções. “Estamos buscando atender uma das maiores reivindicações de nossos moradores. As ações têm sido altamente produtivas e a tendência é que as ações evoluam”, explicou o secretário Edson Luiz Pereira.
Ao todo, cerca de 20 homens das secretarias de Transportes e de Segurança participam da operação.
ARTICULAÇÃO – As operações da Prefeitura na RJ-106 ganharam o reforço do DER-RJ, a partir de quarta-feira, quando uma equipe veio ao Município contribuir para o estudo de soluções para o trânsito na via. O diretor de Operações do DER-RJ, José Hylen, e o superintendente do departamento, Roberto Ferreira, foram recebidos pelo prefeito Sabino, que apresentou dados da operação. Os representantes do departamento estadual se comprometeram a dar mais atenção ao Município e a realizar um novo estudo dos pontos de fiscalização na via, que também receberá obras e nova sinalização.
O prefeito Sabino também tem conversado com as empresas de transporte comercial e de passageiros que operam no Município buscando a colaboração nos horários de rush. Administração Municipal propõe que, nos horários de pico, os caminhões e ônibus optem pela Rodovia do Contorno. Na próxima semana, o prefeito receberá diretores da Petrobras, maior cliente das empresas de transporte, para buscar soluções nesse sentido.
TRANSPORTE PÚBLICO – De acordo com dados da Secretaria de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana, em 1 hora e meia, passam pela Rodovia 2.415 veículos automotores. Desse total, 94% são veículos particulares (2.271) e apenas 6% (144) de veículos de transporte público. O estudo também aponta a ponte na divisa dos dois municípios é o principal ponto de engarrafamento, em virtude do efeito de afunilamento no local.

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.