População se mobiliza para a Hora do Planeta

No próximo dia 26, de 20h30 às 21h30, cidade apaga as luzes e chama atenção para aquecimento global

O governo municipal de Rio das Ostras foi um dos primeiros a aderir à Hora do Planeta. Prédios públicos e a ponte estaiada sobre o rio das Ostras ficarão às escuras no próximo dia 26, sábado, de 20h30 às 21h30, como parte do movimento mundial contra o aquecimento global. Os moradores também participam da iniciativa.

Willysson Vieira, 15 anos, estudante do 1º ano da Escola Jacintho Xavier Martins, vai fazer a sua parte. Ele aderiu ao movimento no ano passado e pretende fazer o mesmo em 2011.    “Acho interessante essa forma de mobilização da sociedade. Ficar no escuro é como um ‘choque de realidade’ nas pessoas e chama a atenção para a importância da preservação. Vou participar e conversar com meus colegas de escola, da minha banda e meus vizinhos para fazer o mesmo”, diz o estudante.

A participação do Município foi organizada pelo Núcleo de Educação Ambiental de Rio das Ostras, uma parceria entre as secretarias de Meio Ambiente e de Educação.

Esta é a terceira vez que a cidade participa da Hora do Planeta. Rio das Ostras é habitualmente pioneira nos movimentos em prol do meio ambiente. Até o momento, além de Rio das Ostras, no Estado, só as cidades de Arraial do Cabo, Mesquita e a capital fluminense se integraram ao movimento em 2011.

Além do evento simbólico no dia 26, as escolas municipais estão desenvolvendo projetos pedagógicos sobre o tema aquecimento global, integrado à preservação da água – já que o município também comemora a Semana da Água neste período.

A Hora do Planeta é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela ONG WWF. Em 2009, o Brasil realizou pela primeira vez a Hora do Planeta e no ano passado, a mobilização reuniu mais de um bilhão de pessoas em 4200 cidades, em 125 países.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.